Sobral – 300×100
Seet

Dimas propõe correção salarial de 4,69% aos servidores públicos de Araguaína; sindicatos vão analisar proposta

Redação AF - | - 585 views
Foto: Marcos Filho
Prefeito Ronaldo Dimas expôs duas propostas de acordo com o índice de 4,69% de reajuste: a primeira como concessão de abono de forma imediata; a segunda, dividindo a percentagem em duas parcelas, a serem pagas uma agora e outra em julho

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, reuniu-se nesta segunda-feira (20), com representantes dos sindicatos que representam os servidores públicos municipais, com o objetivo de discutir e apresentar propostas da data-base de 2017.  Dimas apresentou duas propostas: a concessão de abono de 4,69% a partir de março com incorporação no salário a partir de agosto; ou a concessão de metade (2,34%) agora e a outra metade em julho, ambas já incorporadas de forma imediata no salário dos servidores.

Durante a reunião, o prefeito destacou que apesar de todas as dificuldades que o Município vem enfrentando com a crise econômica no país nos últimos anos, nunca deixou de dar o aumento da data-base aos servidores. “A intenção é repor inflação, embora estejamos passando por momento difícil na nossa economia, a nossa preocupação é garantir os direitos dos nossos servidores”, afirmou Dimas.

A base de reajuste do benefício é o INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor; o acumulado dos últimos 12 meses ficou em 4,69%. Após a apresentação das duas propostas, os representantes dos sindicatos presentes vão levá-las para análise das suas respectivas categorias e retornar na próxima segunda-feira, 27, com a decisão de cada uma delas.

Estavam presentes na reunião os secretários da Administração e da Fazenda, Joaquim Quinta Neto e Fabiano Souza, respectivamente; o secretário chefe de gabinete, Carlos Murad; o presidente do IMPAR, Wagner Rodrigues; e o procurador geral do Município, Gustavo Fidalgo. Por parte dos sindicatos, estavam os representantes do SICIDETO – Sindicato dos Cirurgiões Dentistas do Tocantins, SINTET – Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Tocantins, SINFAR – Sindicato dos Farmacêuticos, e SISEPAR – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araguaína.

Comentários pelo Facebook: