Sobral – 300×100
Seet

Dimas propõe doação de área pública no setor mais valorizado de Araguaína; vereador crítica

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Prefeito Ronaldo Dimas e vereador Carlos Silva

Agnaldo Araújo//AF Notícias

Entrará em votação na Câmara Municipal de Araguaína, na segunda-feira (28), o projeto de Lei nº 028/017 que dispõe sobre a doação de uma área pública em um dos locais mais valorizados da cidade. A proposta é de autoria do prefeito Ronaldo Dimas (PR).

O beneficiário da área é o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), para construção de sua sede. A área, com mais de mil metros quadrados, fica nas proximidades da Via Lago, o futuro cartão postal de Araguaína.

Mas a iniciativa tem sido criticada por alguns parlamentares. É o caso do vereador Carlos Silva (PSDC). Para ele, o CREA tem condições de comprar uma área até maior, já que possui um orçamento de aproximadamente R$ 6 milhões por ano. “Trata-se de uma entidade que tem um orçamento razoavelmente elevado e tem condições de comprar uma área, com valor até superior à que foi avaliada no projeto”, pontuou.

Conforme o vereador, há várias entidades de Araguaína que desempenham um “belo trabalho social” e que não têm sede própria. “Temos o exemplo da comunidade Terapêutica Vida Nova e várias outras entidades que desempenham um brilhante trabalho social na recuperação de pessoas, cuidando de crianças e idosos”, disse.

O parlamentar ressaltou que essas entidades vêm se mantendo apenas “pela fé e pela boa vontade das pessoas”. O ponto crucial, segundo Carlos Silva, é o fato de que talvez o CREA não faça trabalho melhor do que as entidades existentes na cidade para merecer o benefício. “A questão é: que trabalho social, que papel social essa entidade faz de melhor em relação às que já existem?”, questionou.

Ele finalizou dizendo que se a área fosse da Câmara, os vereadores não a doariam para uma entidade com poder aquisitivo. “Eu tenho certeza que se fosse uma área nossa, da Câmara, nós não doaríamos para uma entidade arrecadadora, nós doaríamos para uma entidade que tem uma preocupação social e que desempenha de fato o trabalho de contribuir para uma parcela maior da nossa comunidade”, pontuou.

Foto: Marcos Filho
Construções nas proximidades da Vila Lago, o futuro cartão postal de Araguaína

Comentários pelo Facebook: