Dimas segue cobiçado por Carlesse, Vicentinho e Kátia, mas ainda não definiu apoio

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Jantar de Dimas com Mauro Carlesse

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), retornou nesta semana de sua viagem a Paris, França, e está tendo uma agenda intensa de negociações políticas com os candidatos ao governo do Tocantins na eleição suplementar de 3 de junho.

O grupo que apoia o candidato Vicentinho Alves (PR), liderado em Araguaína pelo deputado Elenil da Penha (MDB), que indicou o vereador Divino Bethânia Júnior como candidato a vice-governador, e ainda com o reforço do ex-deputado federal Eduardo Gomes, segue confiante no apoio do prefeito, vez que a coligação já conta com maioria dos aliados de Dimas. Para eles, dividir seria a pior saída.

O governador interino Mauro Carlesse (PHS) também não perdeu tempo. Nessa quarta-feira (2), deixou o Palácio Araguaia em Palmas e voou para Araguaína onde conversou reservadamente com o prefeito e depois jantou com vereadores e aliados. A conversa fluiu tão bem que alguns já dão como certa a aliança.

Nesta quinta (3) foi a vez da senadora Kátia Abreu (PDT) ir dialogar com Dimas e também segue confiante.

A difícil decisão do prefeito deve ser anunciada nos próximos dias. Em qualquer aliança, Dimas quer a garantia de que o Governo do Estado quitará os débitos com Araguaína, que já somam quase R$ 30 milhões, afetando principalmente a área da saúde. Outra exigência é a continuidade das obras em execução na cidade, como pavimentação asfáltica em vários bairros, colégios, fórum, entre outras.

Comentários pelo Facebook: