Seet
Sobral – 300×100

Diretorias Regionais de Educação mobilizam professores pelo fim da violência nas escolas

Redação AF -
Na DRE de Araguaína, educadores e alunos se reúnem para a realização de palestra referente ao Conte até 10
Na DRE de Araguaína, educadores e alunos se reúnem para a realização de palestra referente ao Conte até 10

As Diretorias Regionais de Educação (DRE) do Estado mobilizaram mais de 390 professores e facilitadores, durante os meses de novembro e dezembro, para aplicar ações em suas escolas voltadas ao Programa Conte até 10, que tem como tema central “Paz, essa é a atitude”.

Entre as propostas do Projeto, está a criação de um plano de aulas para valorizar e incentivar trabalhos escolares sobre os temas relacionados ao Conte até 10. De acordo com a coordenação do projeto, os temas são direitos e deveres dos adolescentes, violência na escola e bullying, enfrentamento da violência nas escolas, vida e morte, além das mais diversas situações de violência encontradas em sala de aula.

A partir das capacitações realizadas durante o Conte até 10, os educadores puderam trabalhar temáticas que abordam a violência na sala de aula. Além de aulas teóricas e práticas, os professores participaram de palestras, debates e passeatas que promoveram a discussão sobre a cultura de paz nas escolas.

De acordo com o gerente de Projetos Educacionais da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Júlio César da Rocha, a capacitação teve carga horária de 50 horas na modalidade Educação a Distância (EAD) e teve como foco transformar os educadores em multiplicadores do conhecimento adquirido. “Eles conseguiram disseminar as informações aos professores e aos alunos, atingindo o objetivo proposto pela campanha”, destacou.

Conte até 10

O “Conte até 10 nas Escolas” é uma realização do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), que tem como gestor, no Tocantins, o Ministério Público Estadual (MPE) e como parceira a Secretaria de Estado da Educação. O projeto tem como público-alvo estudantes do ensino médio, com o objetivo de despertar-lhes a reflexão para uma vida em sociedade mais segura e civilizada.

Comentários pelo Facebook: