Sobral – 300×100
Seet

Dono de chácara morre após levar tiro na cabeça durante assalto nas proximidades de Araguaína

Agnaldo Araujo - |
Foto: Ilustrativa
O proprietário da chácara foi baleado na cabeça e morreu no hospital

O proprietário de uma chácara, identificado como Paulo Alves, de 54 anos, morreu no hospital após levar um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto em sua propriedade, localizada a cerca de 15 km de Araguaína. O caso ocorreu na noite desta segunda-feira (03/04), às margens da TO-222, próximo ao trevo que dá acesso à cidade de Babaçulândia.

A Polícia Militar informou que dois suspeitos chegaram na sede da chácara e tentaram invadir a casa para roubar, momento em que moradores fecharam a porta da frente e Paulo Alves correu para fechar a porta dos fundos. Nesse momento, ele foi alvejado na cabeça com um tiro. Os bandidos fugiram em seguida sem levar nada. Paulo foi socorrido e levado ao hospital ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

A PM informou que cerca de 30 minutos após o crime, uma mulher ligou no 190 alegando que sua moto, uma Pop, de cor Preta, havia sido roubada, mas o referido veículo foi localizado pouco depois pelos policiais dentro de um milharal, na chácara onde houve o crime.

A polícia disse que aprofundou os levantamentos e constatou que o suposto roubo da moto era na verdade uma “história de cobertura” inventada pela mulher, e que possivelmente seu namorado seria um dos suspeitos de participação no crime ocorrido na chácara.

Já na madrugada desta segunda-feira (04), a PM abordou um táxi no posto policial da Jacuba no qual estava a referida mulher como passageira. A polícia suspeita que ela iria ajudar seu namorado a fugir.

Ainda conforme a PM, os suspeitos foram procurados durante toda a madrugada, mas não foram localizados. O taxista e a mulher foram apresentados na delegacia de plantão. Lá, a mulher foi ouvida e liberada. A Policia Civil seguirá com as investigações.

Comentários pelo Facebook: