Seet
Sobral – 300×100

Elenil critica votação na ‘calada da noite’ que arrancou R$ 45 milhões de Araguaína: ‘prejuízo grande’

Redação AF - | - 796 views
Foto: Divulgação
Deputado Estadual Elenil da Penha (PMDB)

“É um prejuízo grande, grande, grande”. Assim definiu o deputado estadual Elenil da Penha (PMDB) ao criticar duramente um grupo de deputados que agiu sorrateiramente, por volta das 2 horas da madrugada de quinta-feira (31), para retirar R$ 45 milhões dos recursos que estavam previstos para Araguaína.

No projeto inicial do empréstimo de R$ 453 milhões, Araguaína ficaria com R$ 86,5 milhões para executar o moderno projeto de duplicação da rodovia TO-222 até o Distrito de Novo Horizonte. A obra inclui canteiros centrais, iluminação nos 13 km e ciclovias.

Contudo, na ‘calada da noite’, os deputados mudaram o projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), presidida por Olyntho Neto (PSDB), e deixaram apenas R$ 41 milhões para a obra, o que pode comprometer a execução do projeto, conforme Elenil.

Uma faculdade e inúmeras empresas já se instalaram às margens da rodovia, que também dará acesso ao novo parque de exposições, futuro hospital geral, vários bairros, além de ser a porta de entrada para quem vem do Pará.

“A proposta inicial do governo era colocar Araguaína no centro estratégico para o Tocantins. A duplicação irá valorizar uma região que tem condições extraordinárias de desenvolvimento econômico. Quem votou para retirar os R$ 45 milhões deu um prejuízo enorme à Araguaína”, lamentou.

Elenil ainda criticou o fato de que votação ocorreu na ‘calada da noite’ e foi decidida por deputados que agem para prejudicar a cidade.

“A forma como foi feita a votação, naquele horário, quase 2 horas da madrugada, vou usar até a expressão ‘na calada da noite’, não é bom para a Casa Legislativa”, lamentou.

Segundo Elenil, havia um grupo de deputados trabalhando nos bastidores para arrancar os recursos previstos para Araguaína.

“A sede e a vontade desse grupo era arrancar o que Araguaína poderia ter de recursos para fazer uma obra com qualidade. Depois chegarão lá na época de eleição como ovelhas dizendo que defendeu a população”, criticou Elenil.

VÍDEO

Comentários pelo Facebook: