Elenil da Penha orienta eleitor a responder nas urnas caso receba pressão política

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Elenil alerta eleitores a corresponderem nas urnas as pressões recebidas

O voto de cabresto ainda é um mecanismo muito recorrente no interior do Brasil como característica do coronelismo, e consiste em um sistema de controle de poder político através da compra de votos com a utilização da máquina pública ou o abuso de poder.

Visando prevenir tal situação na eleição suplementar de 3 de junho ao Governo do Tocantins, o deputado estadual Elenil da Penha (MDB) divulgou um alerta aos eleitores nas redes sociais.

O deputado garante que não há um destinatário único e especifico da mensagem, mas apenas uma conscientização.

“É importante que façamos uma reflexão. Se por acaso você estiver recebendo pressão para plotar o seu carro ou mesmo para colocar no perfil foto e número de candidato, este ou aquele, você responda na urna, porque a sua liberdade não tem preço”, diz o deputado.

Sete candidatos estão na disputa ao governo do Estado: Mauro Carlesse (PHS), Kátia Abreu (PDT), Vicentinho Alves (PR), Carlos Amastha (PSB), Márlon Reis (Rede), Marcos de Souza (PRTB) e Mário Lúcio Avelar (PSOL). Esta promete ser uma das disputas mais acirradas da história do Tocantins, inclusive com grande chance de 2º turno.

Comentários pelo Facebook: