Em Araguaína, Kátia Abreu promete construir Hospital Geral e dobrar efetivo da PM

Agnaldo Araujo - |
Foto: Ademir dos Anjos
Kátia Abreu durante campanha em Araguaína

Durante campanha em Araguaína, nesta quinta-feira (17), Kátia Abreu (PDT) assumiu o compromisso de construir o Hospital Geral da cidade, obra aguardada há vários anos.

Não irei esperar dinheiro de empréstimo para construir o novo Hospital Regional de Araguaína, o Hospital Geral. O Estado arrecada R$ 7 bilhões por ano. Não é possível que desse dinheiro não se possa tirar o suficiente para construir esse hospital. Chega, o povo está cansado. Eu vou inaugurar essas obras”, comprometeu-se.

A candidata ao Governo também falou de sua preocupação com a segurança, e reafirmou a proposta de dobrar o efetivo policial logo no início de sua gestão. “Irei dobrar o número do efetivo da PM em Araguaína, uma cidade que tem 286 mil habitantes e conta com apenas 11% dos PMs de todo o Estado. Irei dobrar esse número”, afirmou.

Ela explicou que mesmo sem a possibilidade legal de realizar concurso público é possível fazer remanejamentos e ajustes para melhorar a segurança pública e reduzir os índices de criminalidade em Araguaína.

Kátia Abreu visitou empresas privadas, veículos de comunicação, reuniu-se com profissionais da educação e líderes religiosos.

Durante as visitas às empresas, Kátia repudiou a atual política tributária aplicada do Estado que, segundo ela, está quebrando os micro e pequenos empreendimentos e afastando os grandes investidores.

“Para desenvolvimento da economia e fortalecer o empresariado, dando segurança ao setor, irei criar uma política fiscal/tributária que não pese. Muitos empresários estão demitindo porque não aguentam os custos com impostos”, frisou.

Kátia Abreu também anunciou que irá resgatar o Banco do Povo, a modalidade de financiar os pequenos e micro empreendimentos, inclusive os da agricultura  familiar.

Ainda em Araguaína, a candidata realiza um comício no bairro Residencial Vila Azul e adjacências para apresentar seu plano de governo à população, na noite desta quinta-feira.

Comentários pelo Facebook: