Sobral – 300×100
Seet

Emoção e saudade marcam missa e culto em homenagem ao advogado Danillo Sandes

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Advogados soltaram balões brancos em clamor pela paz.

Emoção, tristeza, saudade e clamor por justiça marcaram as homenagens ao advogado Danillo Sandes Pereira, de 30 anos, executado a tiros na semana passada em Araguaína. Em Palmas, um culto ecumênico foi realizado no início da noite desta segunda-feira (31) na sede da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins).

O evento contou com as presenças do padre Eliomar Sousa Silva e do pastor Jauds Carvalho. Além deles, a vice-presidente da OAB, Lucélia Sabino, ministrou a parte da celebração pelo espiritismo. Vários advogados, a maioria sem conhecer Danillo Sandes, lotaram o plenário em solidariedade ao colega.

Em Araguaína, amigos, familiares e advogados lotaram o Santuário Sagrado Coração de Jesus para a missa de 7º dia. A OAB entregou um buquê de rosas à mãe do advogado. Um vídeo com fotos de Danillo emocionou a todos.

O corpo de Danillo Sandes foi encontrado no sábado (29), a cerca de 15 quilômetros de Araguaína. A Polícia Civil ainda investiga as causas do assassinato.

Em Palmas, antes de iniciar a celebração, o pastor Jauds tocou a música ‘Raridade’. Na celebração religiosa, os advogados refletiram que ninguém está livre desse tipo de ação criminosa, principalmente se o homicídio estiver ligado à atuação profissional de Danilo Sandes.

Já o padre Eliomar falou sobre as passagens da Bíblia que nos ensinam a separar o joio do trigo. O pastor Jauds reforçou a necessidade de se aproveitar a vida e de não desperdiçar as oportunidades de abraçar e beijar aqueles que amamos. “A vida é como a neblina. Ela vem, mas logo, logo desaparece”, frisou.

Por fim, Lucélia Sabino, emocionada, lamentou o colega ter ido embora de uma forma tão bruta. Citando Santo Agostinho, Lucélia frisou que certamente “Danillo segue a sua caminhada do outro lado”.

Depois das três pregações religiosas, foi apresentado um vídeo, de 50 segundos, do presidente da Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Jarbas Vasconcelos do Carmo, no qual ele destaca que a OAB Nacional está acompanhando a situação atentamente.

O presidente da OAB-TO, Walter Ohofugi, destacou a união da classe, que, em peso, cobrou as providências das autoridades, além de serem solidários com a família da vítima.

No final, todos os presentes foram à frente da sede da Seccional da OAB-TO e soltaram balões brancos.

Comentários pelo Facebook: