Seet
Sobral – 300×100

Empresa suspende serviço de UTI aérea no Tocantins por causa de dívida do Governo no valor de R$ 3,4 milhões

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O serviço está suspenso desde o dia 14 de novembro

O serviço de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea do Estado do Tocantins está suspenso desde a última segunda-feira (14/11). A dívida da Secretaria de Saúde (Sesau) é de R$ 3.458.229,53 milhões. O serviço era prestado pela empresa Brasil Táxi Aéreo.

Em um ofício encaminhado para o secretário de saúde Marcos Esner Musfir, ainda na segunda, a empresa avisa que a partir das 00h00 do dia 14 de novembro de 2016 os serviços estariam suspensos. O motivo alegado é que a “secretaria não está honrando com o contrato no quesito pagamento pelos serviços efetuados”.

“Já notificamos inúmeras vezes a secretaria sobre os pagamentos e não nos respondeu positivamente e nem nos deu um posicionamento formal sobre as datas de pagamentos”, afirma a empresa no ofício.

Conforme a empresa, devido os altos valores em aberto não há mais fluxo de caixa para cobrir o pagamentos dos combustíveis, fornecedores, médicos, enfermeiros e pilotos que atendem para a base em Palmas. “Por isso, informamos que não temos mais condições de atendimento sem antes receber os valores em aberto”, pontuou.

Ainda conforme o ofício, foi firmado um acordo entre a Brasil Vida e a Sesau para pagamento parcelado da dívida, mas não está sendo cumprido.

Detalhes das dívidas

R$ 73.934,30 NF 2434 Residual do Emergencial Novembro/2014

R$ 17.800,32 NF 2668 Residual de março/2016

R$ 262.545,60 NF 2703 Maio/2016

R$ 394.609,20 NF 2728 Junho/2016

R$ 806.457,84 NF-e 6 Julho/2016

R$ 637.266,18 NF –e 26 Agosto/2016

R$ 576.354,81 NF -48 Setembro/2016

R$ 689.261,28 NF –e 065 Outubro/2016

Total = R$ 3.458.229,53

Nota da Sesau

Em nota à imprensa, a Sesau afirmou que nenhum paciente com indicação de transporte aéreo está ou ficará desassistido e que está negociando com a empresa encarregada a retomada imediata dos serviços de transporte em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Aérea. 

Veja o ofício

Comentários pelo Facebook: