Sobral – 300×100
Seet

Empresários do Paraná conhecem estudo sobre a cura do HIV desenvolvido por médico de Araguaína

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação/Ascom
Secretárip de saúde recebe pesquisador e empresários para tratar de estudo sobre a mutamba e a cura do HIV

Empresários do Paraná demonstraram interesse no estudo sobre a cura do HIV-Aids por meio da fruta tropical conhecida como mutamba, desenvolvido pelo médico de Araguaína (TO), Paulo Gouveia.

O secretário estadual de Saúde (Sesau), Marcos Musafir, recebeu na manhã desta quinta-feira (14/07) os empresários e o médio. O encontro foi por intermédio do vice-prefeito de Santa Fé, Oídio Gonçalves de Oliveira (PP).

A intenção dos empresários, num primeiro momento, é a de produzir uma espécie de suplemento alimentar com a fruta, para que seja utilizado pelas pessoas que tiverem interesse em complementar o tratamento contra a doença.

Oídio destacou a receptividade do secretário e comentou a importância do projeto, que já é estudado pelo pesquisador há mais de 10 anos. “Estamos ajudando, procurando oferecer apoio à pesquisa do nosso amigo Paulo. Ele, que é de Araguaína, mas mora atualmente em Santa Fé. É importante que algo tão grandioso como esta pesquisa, tenha a devida atenção das nossas autoridades”, disse.

Em sua fala durante a reunião, Gouveia explicou como funciona o seu estudo, ressaltando que ele já era realizado anos atrás pelo seu avô. Ele ressaltou ainda que a conversa com Musafir foi muito produtiva, no sentido de buscar apoio à sua pesquisa.

Os empresários do Paraná vão investir na industrialização da mutamba. Hoje o nosso objetivo, apesar de que estamos aguardando os testes de comprovações finais em outubro, é o de atender os pacientes que precisam da mutamba”, completou.

Apoio institucional

Após ouvir as explanações dos empresários e do pesquisador, Musafir fez questionamentos sobre o estudo que envolve a fruta. Posteriormente, o secretário se colocou à disposição, a partir do momento em que tudo estiver respaldado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Assim que tudo estiver cientificamente comprovado, podem contar com o nosso apoio institucional”, disse.

Também participaram da reunião o subsecretário estadual da Saúde, Marcos Sena, o vereador de Cascavel, João Paulo (PSD), a chefe de Gabinete da deputada estadual Valderez Castelo Branco, Noélia Terezinha, o proprietário do Hospital Salete de Cascavel, Dr. Rogério Lunardeli, o empresário, Fernando Dalbosco e o advogado Adani Triches e técnicos da Sesau.

Comentários pelo Facebook: