Sobral – 300×100
Seet

Empresas manifestam interesse no transporte público em Araguaína

Mara Santos - |
Foto: Ricardo Sottero/Divulgação
Ainda não há data prevista para restabelecimento dos serviços de transporte público de passageiros

Os araguainenses tiveram dificuldades para se locomover na primeira segunda-feira após a apreensão dos veículos da Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros de Araguaína (Cooperlota), ocorrida no último sábado (21/05), em virtude de uma ordem judicial obtida pelo Banco Moneo, numa ação referente à falta de pagamento da Cooperativa às parcelas do financiamento dos veículos. Sem o transporte público, os usuários tiveram que utilizar os serviços alternativos, como mototaxis e lotações.

A Prefeitura, contudo, informou por meio de nota que está trabalhando para o restabelecimento rápido do transporte público e que quatro empresas manifestaram interesse na exploração do serviço. A nota não estabelece uma data prevista para que o serviço volte a ser ofertado.

Acerca das reclamações apresentadas pela diretoria da Cooperlota, sobretudo a cobrança de pagamento de um subsídio para cobrir as isenções e meias tarifas concedidas a estudantes e idosos, a Prefeitura argumentou que o contrato de permissão celebrado junto à Cooperlota já previa a compensação pelas isenções e meias tarifas no valor cobrado no bilhete de passagem, não devendo haver ônus para o município.

Comentários pelo Facebook: