Enfermagem do Tocantins recebe R$ 200 mil da Pró-Saúde determinado pela justiça

Agnaldo Araujo - |
Foto: Governo do Tocantins
O pagamento foi determinado pela justiça

Os profissionais da enfermagem que trabalharam para a Pró-Saúde entre setembro de 2001 à agosto de 2014 receberam R$ 200 mil referente ao pagamento dos saldos remanescentes dos valores de periculosidade, nesta quarta-feira (17).

O valor recebido foi junto ao Sindicato dos Profissionais da Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET), conforme o processo n° 0002931-40.2013.5.10.0802. O pagamento foi requerido por 15 servidores que trabalharam na hemodinâmica do Hospital Regional de Palmas (HGP), por meio de contrato com a Pró-Saúde.

Em 2014, o SEET havia ganhado na Justiça a ação contra a Pró-Saúde, contudo, a empresa recorreu da decisão judicial, e somente em 2017 a Justiça decidiu a favor do pagamento do adicional noturno e de insalubridade para os servidores.

A Pró-Saúde foi obrigada a realizar o pagamento de R$ 200 mil para os profissionais que requereram o direito com juros e correções acrescidas no período.

Segundo o presidente do SEET, Claudean Pereira Lima, mais uma conquista para a categoria foi realizada. “A atuação do sindicato com a participação dos profissionais gera força para que juntos consigamos pleitear e garantir os direitos de todos da categoria da enfermagem”, afirmou.

O diretor jurídico do sindicato, João Batista, esclareceu que a entidade tem diversas ações que pleiteiam na Justiça assegurar os direitos dos profissionais, tanto na forma coletiva, quanto individual. “O sindicato busca manter contato constante com a categoria para saber quais são as necessidades e buscar soluções para elas. Conseguimos na Justiça esse direito e estamos na luta para conquistar outros”, disse.

Comentários pelo Facebook: