Estado deve pagar pensão vitalícia e indenizar vítima de acidente em R$ 200 mil

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O acidente ocorreu em Dianópolis

O Estado do Tocantins foi condenado a pagar indenização de R$ 200 mil a um homem de 37 anos de idade que ficou paraplégico em decorrência de um acidente de trânsito envolvendo um veículo oficial do Governo.

A sentença, publicada nesta segunda-feira (30), também condena o Estado ao pagamento de pensão mensal vitalícia à vítima no valor de R$ 2 mil.

Segundo o processo judicial, Saul Segundo da Costa trafegava de moto por uma avenida do bairro Cavalcante, em Dianópolis, e foi surpreendido pelo veículo do Estado, que executava uma conversão proibida.

Em função do acidente, Saul sofreu traumatismo raquimedular na altura das vértebras, causando paraplegia.

Na sentença, o juiz Rodrigo Perez Araujo, entendeu que Estado tem responsabilidade no acidente, já que a conduta negligente do motorista causou males permanentes à vítima, assim como a incapacidade para o trabalho.

Comentários pelo Facebook: