Seet
Sobral – 300×100

Estudantes transformam pneus velhos e garrafas pets em artesanato sustentável

Redação AF -
Fotos: Juliana Carneiro
Robson Barreira Soares destacou que quem estuda no colégio aprende que prevenção e cuidados com o meio ambiente é uma tarefa de todos

Em tempos de dengue e zika vírus, muitas pessoas guardam pneus velhos em casa e não sabem a maneira certa de reutilizar. Mas a iniciativa de um projeto desenvolvido por estudantes da Escola Estadual Dr. Abner Pacini, em Almas do Tocantins, tem reaproveitado pneus velhos de forma sustentável.

Além de combater os focos do mosquito aedes aegypti, o trabalho gera renda, e tem colorido o pátio da escola.  A ação visa contribuir com o meio ambiente, conscientizar a comunidade local sobre a importância da reciclagem, cuidados com a natureza, e trabalhar o artesanato.

Durante a Feira Agrotecnológica de Almas (AgroAlmas), Região Sudeste do Tocantins, que aconteceu neste final de semana, 13 e 14 de abril, em um dos estandes do evento, a equipe expôs mobílias confeccionadas com pneus e garrafas pets. O grupo confecciona brinquedos e jogos pedagógicos utilizando latas e papelão.

A gestora da escola, Marizete Cardoso, explicou que o projeto foi iniciado há três anos, desde então já construíram o bicicletário, e enfeitaram o pátio da escola com pneus e garrafas pets.

“Com um tempo realizando as atividades começamos a comercializar o material, já que a procura foi aumentando. Hoje fabricamos vários objetos. O dinheiro arrecado é investido em recursos para ajudar a escola, ou revertido para os estudantes”, disse.

Marizete Cardoso frisou que muitos alunos aprenderam a trabalhar com o material reciclável e atualmente fabricam os produtos, vendem e utilizam para o sustento familiar.

O Colégio Estadual Dr. Abner Pacini atualmente conta com estudantes mais de 500 estudantes matriculados do 6º ao 9º do ensino fundamental e as três séries do ensino médio. As ações do projeto são divididas em várias etapas.  Em grupos, os alunos recolhem os pneus velhos e sem utilidade, posteriormente realizam a lavagem e pintura com tintas específicas.

O trabalho é executado durante as aulas práticas de Ciências, Geografia e Artes. Nas mãos dos estudantes, os pneus ganham cores variadas, pinceladas, traços, desenhos diversificados e um novo destino. No pátio da escola as peças substituíram os jarros de plantas, as cercas para hortas e jardins, e os equipamentos do bicicletário que poderiam ser comprados, gerando custos para a unidade.

Robson Barreira Soares, professor de Biologia, destacou que quem estuda no colégio aprende que prevenção e cuidados com o meio ambiente é uma tarefa de todos. Quem visita a escola, logo percebe os resultados do projeto.

“Nossos alunos são bem participativos. Buscamos dinamizar o ensino, criando oportunidade para que todos possam participar. Então tiramos do meio ambiente os materiais que estavam prejudicando a população e reinventamos junto com eles essas obras de arte”, concluiu o docente.

Os interessados em adquirir os produtos artesanais podem procurar a unidade escolar de Almas, ou encomendar os produtos pelo telefone: (63) 3373 1299.

(Thaís Souza /Ascom Seduc)

Fotos: Juliana Carneiro
Os interessados em adquirir os produtos artesanais podem procurar a unidade escolar de Almas

Comentários pelo Facebook: