Seet
Sobral – 300×100

Ex-diretor do presídio Barra da Grota é preso no Piauí suspeito de integrar quadrilha de roubo a banco

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Material apreendido com os assaltantes.

O policial civil do Tocantins, Alysson Aguiar Alves, foi preso na manhã do último sábado (10), em Teresina (PI), durante a operação “Forasteiros”, deflagrada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), suspeito de integrar um grupo criminoso que planejava atuar no Piauí em roubos a bancos, caixas e carros-forte.

Alysson é ex-diretor da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, em Araguaína (TO). Ele ocupou o cargo até o ano passado e atualmente está lotado em Porto Nacional.

Ao todo, a Polícia Civil do Piauí prendeu nove pessoas suspeitas de uma série de crimes, como assalto a bancos e tráfico de drogas no estado, entre eles um advogado e a filha de um policial civil. Segundo o coordenador do Greco, delegado Carlos César, os criminosos usavam armamento de grosso calibre, dinamites, material de uso exclusivo das Forças Armadas e carros roubados nos estados do Tocantins, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

De acordo com o delegado, o policial civil ajudava a facilitar a fuga dos bandidos durante as ações criminosas. “Um policial é alguém que tem muito poder em mãos, por ter uma carteira da polícia. Se de repente os indivíduos estão viajando de um estado para outro com armas e material roubado, com um policial dirigindo, fica mais fácil de passar em barreiras e blitz”, disse.

policial-civilSegundo o delegado, o policial civil Alysson Aguiar foi preso na residência de um integrante da quadrilha durante o cumprimento de mandados de busca. Ele usava um carro roubado. Na residência tinham mais dois carros roubados de Palmas, uma S10 e um Honda CRV e além de uma caminhonete roubada em Brasília. Os veículos são: uma Frontier, de placa MXF-5195, de Natividade – TO, uma S-10, de placa JOA 2496, de Santa Rosa – RS e uma CRV, de placa PUS 1983, de Itangui – MG.

“Esse indivíduo (o policial) e outros estavam dando cobertura para eles aqui em Teresina. Nas outras casas também foram encontrados materiais de arrombamento.” Segundo o delegado, os suspeitos estavam se preparando para fazer atentados no Piauí contra bancos e carros fortes.

Comentários pelo Facebook: