Seet
Sobral – 300×100

Ex-prefeito de Campos Lindos é preso por mandar matar desafeto político

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Ex-prefeito estava foragido desde abril deste ano.

Uma operação conjunta das Polícias Militar de Goiás e Civil do Tocantins resultou na prisão do ex-prefeito de Campos Lindos (TO), Gilson Alves de Araújo, condenado a 20 anos de prisão em regime inicial fechado pela morte do seu adversário político na cidade, no ano de 2003. Gilson estava foragido da Justiça desde abril deste ano.

O ex-prefeito estava escondido em uma chácara na zona rural da cidade de Alexânia-GO e foi preso na tarde deste sábado (05/11). Por motivos de segurança, ele foi conduzido diretamente para o Presídio da cidade de Anápolis, onde aguardará a transferência para o Tocantins.

Segundo a denúncia, Gilson foi o mandante do assassinato de Deusimar Santana, também ex-prefeito do Município, no ano de 2003. O mandado de prisão foi expedido pelo Tribunal de Justiça do Tocantins seguindo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que autoriza a prisão de condenados após sentença confirmada em julgamento de segunda instância, antes de se esgotarem todos os recursos possíveis da defesa.

Gilson foi julgado e condenado pelo tribunal do júri da comarca de Araguaína em 2013, inicialmente a 14 anos de prisão. Contudo, o TJTO aumentou a pena para 20 anos.

Comentários pelo Facebook: