Seet
Sobral – 300×100

Ex-presidiário foi perseguido, dominado e espancado até a morte, diz delegado

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O jovem foi perseguido e morto a pauladas

Disseram que perderam a cabeça e bateram bastante nele com pau”, assim explicou o delegado José Rérisson Macêdo, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), sobre o assassinato do jovem Leandro Ferreira Augusto, praticado por populares em Araguaína.

O corpo de Leandro foi encontrado na manhã de sexta-feira (01) enterrado às margens de uma estrada vicinal na região da Jacubinha. A Polícia Civil chegou ao local após um dos envolvidos na morte ter sido identificado e relatar o que tinha acontecido.

Leandro Ferreira estava desaparecido desde a noite do último domingo (26), após uma discussão no setor Tocantins. Ele já cumpriu pena de 5 anos de 2 meses por homicídio no Estado de Mato Grosso.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem foi morto após furtar um aparelho celular em um bar e fugir numa bicicleta. Populares que presenciaram o crime perseguiram Leandro até uma região de mata. No percurso, ele ainda acertou um dos seus algozes com um tiro de arma de fogo. Essa pessoa que levou o tiro chegou a se apresentar na delegacia.

Em um determinado momento da perseguição, populares conseguiram dominar Leandro e o espancaram até a morte. O suspeito ouvido pela polícia contou que mais tarde voltou ao local para ver se o jovem tinha morrido. “Ele disse que mais tarde foi ao local, viu que [Leandro] estava morto e, por volta das 5h30 da manhã, pegou uma carretinha na casa dele e fez o translado do corpo juntamente com um vizinho, que não teve participação no crime”, contou o delegado.

Ainda segundo José Rérisson, muitas pessoas participaram do crime. “Vamos verificar a participação de outras pessoas, mas com muita cautela e responsabilidade para não imputar algo que não se deva”, relatou.

Com informações do Araguaína Notícias.

VEJA TAMBÉM

Corpo de jovem que estava desaparecido é encontrado enterrado em Araguaína

Comentários pelo Facebook: