Seet
Sobral – 300×100

Ex-senador do Tocantins é preso suspeito de abuso sexual de crianças e posse de pornografia infantil

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Mandados de prisão foram cumpridos pela Polícia Federal.

O ex-senador do Tocantins, Nezinho Alencar, de 67 anos, natural de Filadélfia (TO) foi preso neste sábado (23) durante a operação Confiar. Segundo informações da Polícia Federal, ele é suspeito de abusar sexualmente de duas crianças, de oito e seis anos. A mulher dele, que não teve o nome divulgado, também foi presa.

O caso está sob sigilo e começou a ser investigado pelos agentes federais pelo risco de o suspeito ter imagens armazenadas e transmiti-las pela internet.

Político foi preso suspeito de abusos sexuais (Foto: Reprodução)

As crianças são filhas de um vaqueiro que é funcionário de uma das fazendas do político no Tocantins, informou a polícia.

A denúncia foi feita pelo pai das crianças depois de gravar um vídeo do homem abusando delas para provar o fato. Ele teria deixado um celular escondido enquanto saiu para trabalhar.

Alencar foi suplente de senador no Tocantins entre 2005 e 2011 e chegou a ocupar o cargo por quatro meses. Ele também foi deputado estadual constituinte no primeiro mandado do parlamento tocantinense, em 1989.

As prisões foram determinadas pela Justiça Federal do Tocantins. Foram cumpridos dois mandados de prisão e um de busca e apreensão em Guaraí, região central do estado.

O homem vai ficar preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas e a mulher será conduzida para a cadeia feminina. (G1 Tocantins)

Comentários pelo Facebook: