Fesserto elogia acordo que garante data-base de 5,67% aos servidores do Tocantins

Redação AF - |
Foto: Adilvan Nogueira
Carlão, presidente da Fesserto

O presidente da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos do Tocantins (Fesserto), Carlos Augusto Melo de Oliveira (Carlão), elogiou o acordo feito pelo governo do Estado com vários sindicatos e associações prevendo o pagamento das datas-bases de 2017 e 2018, no percentual total de 5,67%.

Ficou definido que a data-base de 2017 será incorporada em três parcelas, e de 2018 em novembro. “O governo finalmente apresentou uma solução para o problema que se arrastava e fazia mal ao servidor público”, destacou Carlão, ao ressaltar que o pagamento da data-base beneficia mais de 35 mil servidores públicos estaduais efetivos.

O dirigente sindical pediu, porém, que o governo cumpra o que foi acordado, independente de quem venha a ganhar a  eleição suplementar de 3 de junho. “O servidor não pode ser ainda mais prejudicado por questão política. Quem assumir o comando do Estado tem que honrar o que foi pactuado”, destacou.

Quando todos os percentuais estiverem incorporados na sua totalidade, a implementação custará cerca de R$ 14 milhões a mais na folha de pagamento do Estado.

O acordo prevê que a data-base 2017 com índice de 3,987%, será implementada em três parcelas, nas folhas de maio (1,32901%), julho (1,32901%) e setembro (1,27717%), com pagamentos nos meses subsequentes. Já a revisão geral anual deste ano que será incorporada em novembro tem índice de 1,69104%.

Veja mais…

Governo pagará data-base de 2017 e 2018 aos servidores públicos; correção salarial será de 5,67%

Comentários pelo Facebook: