Seet
Sobral – 300×100

Festival de Música da Juventude resgata tradição cultural dos anos 80 em Araguaína

Agnaldo Araujo - |
Foto: Ilustrativa/Flávio Cavalera
O festival promete resgatar a tradição cultural na cidade

Será realizado em Araguaína o 1º Festival de Música da Juventude. O objetivo é resgatar uma tradição cultural da década de 80 quando a cidade foi palco de grandes festivais de música que tiveram boa repercussão em todo o estado e também promover a manifestação artística.

O festival vai ocorrer nos dias 23 e 24 de setembro de 2017 e incentivará a formação musical aos jovens tocantinenses.

Podem participar jovens com idade entre 15 a 29 anos, de acordo com o Estatuto da Juventude. As inscrições serão realizadas no período entre 17 de julho a 01 de setembro. Os interessados devem efetuar sua inscrição no endereço eletrônico da prefeitura clicando aqui.

Serão selecionadas 18 músicas para serem apresentadas no festival. No primeiro dia do evento serão escolhidas nove músicas que vão concorrer na final do festival. Serão vencedores os cinco melhores candidatos. A avaliação consiste em afinação, timbre, dicção (pronúncia), originalidade na interpretação, performance e presença de palco.

Durante o festival não será permitida a utilização de playback. O participante poderá apresentar até duas músicas no processo seletivo, sendo que apenas uma poderá participar do festival. Em caso de música autoral, os critérios avaliados serão os mesmos, não se diferenciando interpretação de composição. A lista dos selecionados está prevista para ser divulgada no site da prefeitura no dia 8 de setembro.

A premiação do festival é de R$ 8 mil em dinheiro, além de troféus. O primeiro lugar ficará com R$ 3 mil; o segundo, R$ 2 mil; o terceiro, R$ 1,5 mil; o quarto lugar, R$ 1 mil; e o quinto receberá R$ 500.

Para mais informações, os candidatos podem entrar em contado com a Diretoria da Juventude pelo seguinte e-mail: juventude.araguaina@gmail.com ou pelos telefones: (63) 3411-5624, (63) 9 9955-3728 em horário comercial.

Comentários pelo Facebook: