Sobral – 300×100
Seet

Fisgados por emendas, prefeitos recém-filiados ao PSDB estão com R$ 19 milhões engatilhados

Redação AF - | - 614 views
Foto: Divulgação
Prefeitos se filiam ao PSDB visando liberação de emendas

Afirma-se nos bastidores que o ‘ressurgimento’ do PSDB no Tocantins, com a filiação de 14 novos prefeitos, tem como sobremesa a liberação de emendas parlamentares no Governo Federal, por intermédio do senador Ataídes Oliveira, dirigente regional da sigla. Oliveira tem apoiado as medidas impopulares do presidente Michel Temer (PMDB) e, consequentemente, ganhado mais espaço no governo, nada mais justo numa via de mão dupla.

Coincidência ou não, treze dos novos tucanos estão com quase R$ 19 milhões engatilhados para liberação no Governo Federal, apenas esse ano de 2017. Para ser exato, R$ 18.750.000,00. Os dados fazem parte de um levantamento realizado pelo Portal AF Notícias no Portal de Convênios, do Governo Federal.

Quem detém a maior quantia empenhada é o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, que deixou o PSB de Amastha, prefeito de Palmas, e migrou para o PSDB. São R$ 5 milhões. Laurez está incumbido da missão de levar outros prefeitos ao PSDB.

O PSB de Amastha perdeu seis prefeitos, talvez pelo fato de que o prefeito da Capital não tem poder de conseguir emendas parlamentares. Os partidos de César Halum (PRB) e Irajá Abreu (PSD) também perderam filiados. Os dois deputados votaram a favor da denúncia de corrupção contra o presidente Temer. Com isso, o espaço deles encolheu no governo.

A liberação de emendas parlamentares foi o artifício usado pelo presidente Temer para manter a fidelidade dos aliados na votação da denúncia de corrupção passiva.

Atualmente, diversas prefeituras estão passando por momentos críticos no que diz respeito a recursos. Redução do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além de outras frustrações de receitas, fazem com que os gestores necessitem de verbas vindas de Brasília, para que as obras e projetos tenham andamento. Fatores políticos, como no caso do prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, que perdeu espaço no PSB para o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, também explicam algumas filiações.

Mesmo com toda atração das emendas parlamentares, até o final da tarde desta segunda-feira (14), somente 14 prefeitos teriam se filiado ao PSDB e não 20, conforme informado pela assessoria da sigla no Estado.  Além dos 13 municípios citados na lista, completa o novo time tucano o prefeito de Cachoeirinha Paulo Macedo, que deixou o PV da vice-governador Cláudia Lelis.

Confira a lista de valores empenhados aos novos tucanos

Alvorada – Paulo Antônio (ex-PSD de Irajá Abreu)

500.000,00 – Min. das Cidades  052260/2017

400.000,00 – Min. Integração 053665/2017

 

Araguaçu – Kinca Nunes (ex-PRB de César Halum)

500.000,00 – Min. das Cidades  017158/2017

 

Babaçulândia – Aleno Dias (ex-PMDB de Marcelo Miranda)

500.000,00 – Min. das Cidades 052859/2017

 

Brejinho de Nazaré – Miyuki Hyashida (ex-PSB de Amastha)

1.000.000,00 – Min. das Cidades 080983/2017 sem empenho

 

Cristalândia – Cleiton Batatinha (ex-PSB de Amastha)

1.000.000,00 – Min. das cidades 080956/2017 sem empenho

 

Darcinopólis – Jackson Marinho (ex-PTB)

1.000.000,00 – Min. das Cidades 051256/2017

 

Gurupi – Laurez Moreira (ex-PSB de Amastha)

5.000.000,00 – Min. das Cidades 051153/2017

 

Palmeiras do Tocantins – Nalva Braga (ex-PP de Lázaro Botelho)

1.000.000,00 – Min. das Cidades 051617/2017

 

Nova Rosalândia – Dr. Ladir Machado (ex-PSB de Amastha)

250.000,00 – Min. das Cidades 080977/2017 sem empenho

500.000,00 – Min. das Cidades 080975/2017 sem empenho

 

Peixe – Zé Augusto (ex-PR de Vicentinho)

2.000.000,00 – Min. das Cidades 051758/2017

 

São Bento – Ronaldo Parente (ex-PSB de Amastha)

2.000.000,00 – Min. das Cidades 051794/2017

600.000,00 – Min. das Cidades 015196/2017

 

Talismã – Diogo Borges (ex-PSB)

500.000,00 – Min. das Cidades 051625/2017

 

Wanderlândia – Eduardo Madruga (ex-PMDB)

2.000.000,00 – Min. das Cidades 051274/2017

Comentários pelo Facebook: