Seet
Sobral – 300×100

Força Tática volta à Araguaína após nova onda de assaltos e homicídios, agora por tempo indeterminado

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação/PM
Cerca de 40 policiais militares da Força Tática foram enviados para Araguaína

Cerca de 40 policiais militares da Força Tática (FT) da Polícia Militar retornaram novamente para Araguaína nesta terça-feira (30/08), no intuito de reforçar o policiamento local, após nova onda de assaltos e homicídios ocorridos na cidade. A Força Tática já esteve em Araguaína no mês de julho, mas ficou apenas duas semanas.

Entre a noite de sábado (27/08) e a madrugada de domingo (28/08), três homicídios com arma de fogo foram registrados, em um intervalo de seis horas. Uma das vítimas, o gerente da franquia do Subway de Araguaína, Rogério de Castro Nunes, de 36 anos, foi morto na própria casa enquanto dormia com a esposa. Já na noite desta segunda-feira (29/08) bandidos armados trocaram tiros com a PM, no Bairro São João. Um morreu e outro foi baleado.

De acordo com a PM, o reforço policial é mais uma medida da Polícia Militar para intensificar o policiamento da região, aumentando a segurança da comunidade e combatendo a prática de ações delituosas. O emprego deste efetivo disponibilizado será por “tempo indeterminado”.

A movimentação dos policiais militares da Força Tática faz parte de um cronograma institucional da PM que rotineiramente terá militares empregados em zonas estratégicas para reforçar o policiamento em todo o Estado. Os policiais estão se deslocando para Araguaína nas camionetes/viaturas entregues pelo Governo do Estado à PM no dia 25 de agosto.

Para o Comandante Geral da PM, coronel Glauber de Oliveira Santos, o policiamento continua sendo intensificado no município e as ações estratégicas visam combater a prática de delitos. “Temos tomado diversas medidas para reforçar o policiamento tático em Araguaína como o emprego de maior efetivo, adequação das escalas para períodos estratégicos, inclusive para conter crimes contra o patrimônio e com isso proporcionar maior segurança à comunidade”, pontuou.

Sobre a Força Tática

Foi criada por meio da Instrução Normativa n º 001/2015, publicada no Boletim Geral nº 153/2015, de 18/08/2015, que padronizou a Força Tática no âmbito da Polícia Militar do Estado do Tocantins. É um pelotão de patrulhamento tático subordinado diretamente aos comandantes de unidades Operacionais da PM-TO, e tem como missão principal realizar o policiamento ostensivo de maior complexidade e atuar em ocorrências que fujam do cotidiano normal da unidade, executando as intervenções características da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE).

Os militares da FT são formados em curso padrão de 280 horas/aula, seguindo as normas para Planejamento e Conduta do Ensino e a Matriz Curricular Adotada. Atualmente a Polícia Militar do Tocantins conta com 132 policiais militares formados no curso de Força Tática.

Comentários pelo Facebook: