Sobral – 300×100
Seet

Funcionária de casa lotérica é suspeita de forjar cena de crime para furtar R$ 75 mil

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Casa lotérica onde a mulher trabalhava

A Polícia Civil indiciou Luciana Tenório Barbosa pela prática dos crimes de furto qualificado, abuso de confiança e falsidade ideológica. As investigações da polícia apontaram que ela forjou a cena de um crime para furtar R$ 75 mil de uma casa lotérica de Nova Olinda.

Luciana era a única funcionária da lotérica e, segundo apurado pela polícia, ela solicitou o cartão da conta bancária de várias pessoas da cidade e passou a realizar diversos depósitos e saques fictícios, visando justificar uma suposta alta movimentação do caixa do estabelecimento.

Depois, a mulher passou a inserir falsas informações no fechamento do caixa da lotérica com o objetivo de maquiar a movimentação financeira. No dia do crime, que ocorreu em 12 de julho de 2017, Luciana revirou todo o estabelecimento para que aparentasse que supostos criminosos teriam entrado na lotérica durante a madrugada.

No entanto, para a polícia, restou claro que não foi isso que aconteceu. Através de materiais comprobatórios, as investigações apontaram que Luciana subtraiu o valor mediante manobras claramente fraudulentas.

Segundo a polícia, Luciana pode receber uma pena de até 13 anos de prisão pela prática dos crimes.

Comentários pelo Facebook: