Galdino rompe com Amastha devido a aliança com PT e pode apoiar Vicentinho

Redação AF - | - 599 views
Foto: Divulgação
Edmundo Galdino rompeu com Amastha

O ex-deputado federal Edmundo Galdino, o primeiro líder de Araguaína a declarar apoio à candidatura de Carlos Amastha (PSB) ao Governo do Tocantins, decidiu romper a aliança após a coligação com o PT, partido do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro e preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba (PR).

“Me retirei, pois não consegui aceitar essa coligação. Até a convenção a realidade era boa para trabalhar a bandeira da mudança, mas com a entrada do PT, complicou tudo“, declarou Galdino ao AF Notícias.

Durante a convenção, Amastha chegou a levantar a bandeira ‘Lula Livre’, mas o líder araguainense afirmou que não deseja encerrar sua participação política carregando a bandeira da campanha em prol da liberdade do ex-presidente.

Para Galdino, a aliança com o PT comprometeu todo o projeto de renovação, ética e combate aos velhos hábitos da política. “É o fim, pois o PT representa tudo ao contrário de qualquer perspectiva de mudança renovadora do Brasil”, afirmou.

Agora, Galdino está dialogando com o candidato Vicentinho Alves (PR). “Já conversamos por telefone e vamos nos reunir na próxima semana”, finalizou.

Comentários pelo Facebook: