Garçonete é indiciada por furtar aparelho celular de cliente enquanto limpava mesa

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A garçonete pode pegar 8 anos de prisão

Uma garçonete pode pegar até 8 anos de prisão por furtar um aparelho celular enquanto atendia de um cliente em um bar de Araguaína, norte do Tocantins. Ela tem 23 anos de idade.

A 2ª Delegacia de Polícia Civil concluiu as investigações referentes ao furto do aparelho celular e o delegado Luis Gonzaga indicou a garçonete pelo crime de furto qualificado.

As investigações revelaram que a jovem aproveitou a distração da vítima, ao limpar a mesa e recolher pratos e copos, e pegou o aparelho celular sem que ninguém percebesse a ação criminosa.

A vítima procurou a garçonete após o celular sumir, mas ela disse não saber o paradeiro do aparelho. No entanto, o celular foi encontrado com a jovem após trabalho do serviço de inteligência da Polícia Civil.

Ao ser interrogada, a garçonete confessou que havia furtado o aparelho celular.

Comentários pelo Facebook: