Governo do Estado exonera mais de 600 contratos temporários no último mês do ano

Agnaldo Araujo - |
Foto: Marcio Vieira
Palácio Araguaia, sede do Governo do Tocantins

Agnaldo Araujo//AF Notícias

O fim de ano é momento de comemoração e celebração para muitas famílias tocantinenses, mas diversos servidores contratados pelo Estado não terão o que festejar. É que o Governo do Tocantins exonerou 639 funcionários temporários de diversas áreas nesse último mês de 2017.

Entre os demitidos estão cozinheiros, mecânicos, eletricistas, pedreiros, auxiliares de serviços gerais, assistentes operacionais e técnicos em suporte de rotinas administrativas. Ainda foram exonerados enfermeiros, técnicos em enfermagem, médicos, agentes administrativos, professores de educação básica e outros.

Os atos declarando extintos os contratos foram publicados no Diário Oficial do Estado nos dias 06 e 07 de dezembro e são assinados pelo secretário de Estado da Administração, Geferson Oliveira Barros Filho.

OUTRAS DEMISSÕES

O Governo do Estado já exonerou centenas de servidores temporários desde julho de 2017. A justificativa dada é que as demissões são necessárias para cortar gastos com pessoal.

O AF Notícias entrou em contato com a Secretaria da Administração para comentar sobre as novas demissões, mas não obteve retorno.

LEIA MAIS

Governo exonera mais de 160 servidores contratados; total já ultrapassa 820 demissões

Governo exonera mais de 170 servidores contratados, maioria da saúde e educação

Governo exonera mais de 270 professores e cerca de 180 auxiliares de serviços gerais para cortar gastos

Comentários pelo Facebook: