Governo paga 13º salário a 36 mil servidores nesta quarta; demais só em janeiro

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Palácio Araguaia, sede do governo em Palmas

O Governo do Estado paga nesta quarta-feira (20) o 13º salário de 36.192 servidores públicos do Poder Executivo (66,12% do total). A folha custará R$ 56.483.862,40. Os demais 18.546 servidores receberão até o dia 31 de janeiro de 2018. O anúncio foi feito pela Secretaria de Comunicação Social (Secom).

Desse grupo de servidores que vão receber o benefício agora, 14.102 são vinculados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que têm a receber até R$ 3.694,44, totalizando uma folha de R$ 25.997.934,19. Os demais servidores são vinculados a outras fontes de recursos, que percebem até R$ 2.715,64 líquido.

A determinação do governador Marcelo Miranda, explica o secretário de Estado da Administração, Geferson Barros, foi o de atender a maior parte dos servidores do Estado. Mesmo com esse limite financeiro, quase 67% dos servidores serão atendidos. Isso significa R$ 56 milhões injetados na economia estadual neste final de ano, movimentando o comércio e dinamizando a própria arrecadação estadual.

SITUAÇÃO CRÍTICA EM OUTROS ESTADOS

A situação do 13º salário é crítica em alguns Estados. Segundo levantamento do jornal Folha de São Paulo, servidores públicos de cinco estados enfrentam uma crise maior em relação ao 13º salário de 2017.

Em Minas Gerais, o governo não irá pagar o benefício em dezembro. Estuda pagar com o recebimento do IPVA a partir de janeiro de 2018;

No Rio Grande do Sul, a opção oferecida pelo estado é um empréstimo com juros pagos pelo governo ou receber o 13º parcelado em 12 vezes a partir do ano que vem (com juros de 1,43%/mês);

Já no Rio Grande do Norte, até mesmo o salário dos servidores está comprometido. Os servidores receberam o salário de outubro no dia 12 de dezembro e não há previsão de pagamento do 13º.

Em Sergipe, a opção para o servidor é um empréstimo bancário, e quem não se interessar, irá receber o 13º parcelado em 6 vezes em 2018.

O Rio de Janeiro pagou na terça (19), o 13º do ano passado. Não há previsão do governo em pagar o benefício de 2017.

SITUAÇÃO DO TOCANTINS

O Governo destacou que, mesmo com toda adversidade econômica, o Tocantins é um dos poucos estados que estão conseguindo pagar o salário dos servidores em dia e sem parcelamento.

  • 54.738 servidores – total
  • R$ 157.116.618,58 – valor total líquido da folha
  • 36.192 – servidores aptos a receberem à zero hora desta quinta-feira (21)
  • R$ 56.483.862,40 – valor da folha a ser quitada
  • 14.102 – servidores vinculados ao Fundeb
  • R$ 25.997.934,19 – folha Fundeb
  • 18.546 – servidores que receberão posteriormente
  • R$ 100.632.756,18 – valor restante do 13º salário

Comentários pelo Facebook: