Seet
Sobral – 300×100

Governo exonera mais de 270 professores e cerca de 180 auxiliares de serviços gerais para cortar gastos

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Sede do Governo do Estado - Palácio Araguaia

Agnaldo Araujo//AF Notícias

O Governo do Tocantins exonerou mais de 500 servidores contratados de forma temporária. Os mais afetados são professores, com cerca de 272 profissionais, e auxiliares de serviços gerais, com aproximadamente 180 trabalhadores.

A rescisão dos contratos foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (06), assinado pelo Secretário de Administração, Geferson Oliveira Barros Filho.

Também há outros demitidos, como na área da saúde, operadores  de manutenção predial, assistentes de operação de balança de fiscalização rodoviária, agente administrativo, cirurgião dentista, repórter de rádio e televisão e também cozinheiro.

Essa é uma tentativa do governo de cortar gastos com pessoal, pois está com cerca de 49,31% da receita comprometida com essa despesa.

FIM DA JORNADA DE 6 HORAS 

Além das demissões, o Governo do Estado publicou um Decreto em que prorroga, até o dia 31 de julho de 2017, o período de vigência do Decreto 5.533, de 10 de novembro de 2016, que dispõe sobre a jornada diária de trabalho nos órgãos e entidades da administração pública. Dessa forma, a partir do retorno das férias, em agosto, os servidores deixam de trabalhar 6 horas corridas e voltam para a jornada de 8 horas diárias.

Comentários pelo Facebook: