Governo faz corte de R$ 97,7 milhões no orçamento e vai suspender despesas

Redação AF - |
Foto: Lia Mara
Governador Mauro Carlesse (PHS)

O Governo do Estado contingenciou um montante de R$ 97,7 milhões no orçamento do exercício de 2018, em razão da frustração de receitas apuradas até o 2º bimestre deste ano, ou seja, arrecadou menos do que o previsto.

O Decreto nº 5.828 de 1º de junho, assinado pelo governador interino Mauro Carlesse, foi publicado nesta quarta-feira (6) e define o retardamento da execução da Lei Orçamentária. As Secretarias da Fazenda e a de Planejamento estarão encarregadas de estabelecer quais despesas deverão ser suspensas. Os empenhos também serão limitados.

Conforme o governo, o contingenciamento se faz necessário diante da responsabilidade na gestão fiscal, que “pressupõe ações planejadas e transparentes, destinadas à prevenção de riscos e à correção de desvios capazes de afetar o equilíbrio das contas públicas, tal como dispõe a Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF”.

O Decreto orienta ainda que os Poderes Judiciário e Legislativo, incluído o Tribunal de Contas, bem como o Ministério Público e a Defensoria Pública, promoverão, por ato próprio, na proporção de seus orçamentos, a limitação de empenho e movimentação financeira no montante de R$ R$ 28.599.162.

O contingenciamento consiste no retardamento ou, ainda, na inexecução de parte da programação de despesa prevista na Lei Orçamentária em função da insuficiência de receitas.

Foto: Divulgação
Veja o contingenciamento de recursos no Governo

Comentários pelo Facebook: