Governo interino exonera em massa de 100% dos assessores especiais; 1.233 nomes

Agnaldo Araujo - |
Foto: Lia Mara
Mauro Carlesse, governador interino do Tocantins

Um dia após assumir novamente o Governo do Estado interinamente, Mauro Carlesse (PHS) exonerou todos os assessores especiais dos diversos órgãos e entidades da administração direta e indireta do Poder Executivo.

A exoneração atinge 100% dos assessores e começa valer a partir dessa sexta-feira (20), conforme publicação no Diário Oficial do Estado. O governo informou que a medida alcança 1.359 servidores, sendo 1.233 exclusivamente comissionados e 126 servidores efetivos exonerados de seus cargos em comissão.

A exoneração no entanto, não se aplica aos servidores que estão em licença para tratamento da própria saúde, de licença por motivo de doença em pessoa da família, de licença maternidade ou por adoção, ou em estado de gravidez.

Os assessores exonerados são os de níveis I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XI e XII, e símbolo AE-1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11 e 12.

Mais exonerações e nomeações

O mesmo Diário Oficial ainda trouxe a exoneração de cerca de 67 servidores, a dispensa de 34 e a nomeação de pelo menos 27 funcionários.

Decreto 

Carlesse também decretou a redução de gastos com pessoal, energia, água, viagens, diárias, telefonia fixa e móvel, e despesas com transporte, incluindo consumo de combustível.

O documento também estabelece como meta uma redução de despesas com pessoal não efetivo (contrato temporário) em até 60%, e nos cargos em comissão em até 40%.

As principais exonerações e nomeações podem ser acessadas aqui.

Veja mais

Carlesse corta 60% dos temporários, 40% dos comissionados e reduz gastos com energia e viagens

Carlesse retomará programas e fixa meta de reduzir em 30% custo do funcionalismo

Comentários pelo Facebook: