Seet
Sobral – 300×100

Governo não tem diagnóstico sobre real situação do Tocantins e secretário admite indefinição

Agnaldo Araujo - | - 626 views
Reunião de secretário terminou sem diagnóstico. Foto: Nielcem Fernandes AF Notícias

Nielcem Fernandes // AF Notícias

Profissionais de imprensa esperaram horas pela apresentação de um diagnóstico que ainda não existe sobre a real situação do Estado encontrada pelo governador interino Mauro Carlesse (PHS). Os secretários de Estado recém-empossados estiveram reunidos no Palácio Araguaia na manhã deste sábado (31), convidaram a imprensa, mas ao final não apresentaram nenhum levantamento, tampouco as medidas que serão adotadas pelo novo governo. Indefinição é a palavra da vez.

Reunião 

Após três horas de espera, apenas o secretário Estadual da Fazenda e Administração, Sandro Henrique Armando, falou à imprensa. Ele não forneceu detalhes a respeito dos assuntos discutidos na reunião, que aconteceu a portas fechadas e sem a presença do novo governador. Carlesse está cumprindo agenda política em Gurupi, sua base eleitoral.

O porta-voz do governo se limitou a dizer que a reunião foi realizada a pedido do próprio governador e que o diagnostico só será divulgado depois que for apresentado ao Chefe do Executivo. Segundo o secretário, nada foi definido.

“Cada um dos secretários ou presidentes de autarquias já nomeados está expondo a situação de cada pasta a pedido do governador Mauro Carlesse. Devemos fazer esse diagnóstico, apresentar ao governador e discutir as ideias para começarmos a propor mudanças e decisões na segunda-feira. Por enquanto não podemos adiantar nada, não temos nada definido, quem decide é o governador”, declarou.

Exonerações 

Questionado a respeito das exonerações que o novo governo pretende executar em cada pasta, Sandro Henrique foi cauteloso. “Esse levantamento está sendo feito. É uma questão pontual, temos que ser cautelosos. Não são cortes rasos. É uma análise pontual de cada uma das pastas”, afirmou.

Comentários pelo Facebook: