Seet
Sobral – 300×100

Governo retém repasses do SUS que são destinados ao Instituto de Doenças Renais e prejudica 150 pacientes

Redação AF - |
Foto: Divulgação/facebook
Sede do Instituo de Doenças Renais em Araguaína

AF Notícias //Da redação

O Governo do Estado está retendo repasses de recursos federais que deveriam ser destinados ao Instituto de Doenças Renais do Tocantins, que fica localizado em Araguaína (TO), na região norte do Estado. O débito total já chega a quase R$ 2 milhões referentes aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2015.

Segundo informações da Associação Brasileira dos Centros de Dialise e Transplante (ABCDT), com sede em Brasília (DF), o Ministério da Saúde, através do Sistema Único de Saúde (SUS) já efetuou os repasses ao Estado das competências de setembro, outubro e novembro do ano passado, mas a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) não pagou o IDRT até o presente momento.

O diretor do instituto, Marco Antônio Corrêa Galvão, disse que todas as notas fiscais já foram emitidas, a pedido da própria Sesau, mas os repasses estão atrasados e pode comprometer o tratamento de 150 pacientes que realizam hemodiálise e diálise renal.

Aditivo

Ainda segundo o diretor, um  aditivo de contrato foi realizado entre a Sesau e o Instituto, em julho do ano passado, com vigência até o dia 01 de fevereiro de 2016, assinado pelo ex-secretário Samuel Bonilha. “Ora, fizeram um aditivo ao contrato e não estão pagando pelos serviços?”, questionou Galvão.

Atrasos pelo 4º mês consecutivo

O diretor do instituto alertou que os atrasos já estão no quatro mês consecutivo e que “nenhuma empresa sobrevive” dessa forma. Os repasses do SUS são a única fonte de renda para manutenção do Instituto. Marco Galvão disse que presta o serviço há 21 anos e nunca havia passado por uma situação semelhante.

Comentários pelo Facebook: