Grupo corre 100 km para alertar turistas sobre degradação ambiental e descarte correto do lixo

Agnaldo Araujo - |
Fotos: Divulgação
O grupo percorreu 100 km

Agnaldo Araujo//AF Notícias

Um grupo de amigos percorreu 100 km para conscientizar os turistas em relação à degradação ambiental, utilização dos recursos naturais e o descarte correto do lixo, na Ilha do Bananal, no Tocantins.

De acordo com o organizador do evento, o professor Valter Ribeiro, o grupo saiu de Palmas na manhã da última quinta-feira (20) e chegou na aldeia Santa Isabel, na Ilha do Bananal, às 17 horas do sábado (22). Ao todo, oito pessoas correram e três prestaram assistência no carro de apoio durante o trajeto. A cada dia o grupo percorria 50 km até chegar ao destino final.

Segundo Valter Ribeiro, durante todo o percurso, os integrantes do evento paravam e conversavam com os turistas. O mês de julho foi escolhido para realizar a ação por ser férias e o fluxo de visitantes aumenta na Ilha,em busca das praias já no Estado de Mato Grosso ou simplesmente aproveitar as belezas do local.

“Quando termina as férias e a época das praias nós vemos muita degradação na ilha, lixo, desmatamento”, contou Valter, que também é proprietário da VR Assessoria Esportiva, com sede em Palmas. Ele acrescentou que o lixo produzido pelos turistas não deve ser deixado na ilha.

Além do trabalho de conscientização, o grupo doou mais de 300 produtos para os indígenas das aldeias Imotxi (Javaé) e Santa Isabel (Karajá), como roupas, calçados, materiais escolares e brinquedos para as crianças.

Os produtos foram arrecadando por meio de doações durante cerca de um ano. E as ações não param por aí. O professor adiantou que está prevista uma visita na aldeia Salto (povo Xerente), em Tocantínia, no mês de agosto de 2017.

E os trabalhos realizados chamaram a atenção de lideranças das aldeias. Conforme Valter, o grupo já foi convidado para participar da festa da casa grande (aldeia Santa Isabel), em março de 2018.

Comentários pelo Facebook: