Gusttavo Lima atira de fuzil, critica desarmamento e declara apoio a Bolsonaro

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O cantor causou polêmica nas redes sociais

O cantor Gusttavo Lima fez uma publicação polêmica na noite desta quinta-feira (22). Na legenda de um vídeo em que ele aparece realizando disparos com um fuzil, o sertanejo declarou apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro e criticou o Estatuto do Desarmamento no país.

“Hoje em dia no Brasil só está desarmado o cidadão de bem. Revogação do Estatuto do Desarmamento já… Nossas famíliaS e nossas casas protegidas. Tarde no clube de tiro, thank you bro @mullertraining! #bolsonaro2018 @jairmessiasbolsonaro”, escreveu.

O vídeo foi publicado no Instagram e conta com mais de 700 mil visualizações, mais 107 mil curtidas e mais de 40 mil comentários. A publicação provocou controvérsia nas redes sociais do cantor e dividiu opiniões entre seus seguidores.

É isso aí, Gustavo! Estatuto do Desarmamento só quem defende com veemência são os demagogos que têm seus seguranças… armados!”, escreveu um fã em apoio ao sertanejo. “Nossa, muito desnecessário isso, vai propagar tanta violência, pior do que já tá. Não acredito que você fez esse post”, digitou outro.

A lei federal do Estatuto do Desarmamento, citada pelo cantor, proíbe a comercialização de arma de fogo e munição no Brasil. Recentemente, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que é coordenador da Frente Parlamentar em Defesa da Segurança Pública, lançou um projeto (PL 3722/12) para regovar o estatuto.

Nivaldo Batista Lima, o Gusttavo Lima, ganhou projeção nacional com a popularidade da canção Balada. Desde então, ele lançou álbuns como Inventor dos Amores (2010), Gusttavo Lima e Você (2011), Do outro lado da moeda (2014) e Buteco do Gusttavo Lima 1 e 2. O mais novo sucesso do cantor é a música ‘apelido carinhoso’.

(Correio Braziliense)

Foto: Divulgação
Publicação do cantor

VEJA O VÍDEO

Comentários pelo Facebook: