Seet
Sobral – 300×100

História escrita por estudante do Tocantins será transformada em filme de curta-metragem

Redação AF -
Foto: Divulgação
Estudante é moradora de Arraias do Tocantins.

O bailado de saias longas e floridas das mulheres que dançam descalças no quintal do quilombo animadas pelo batuque dos tambores ganhará uma versão no cinema através do Revelando os Brasis. A Sússia, também conhecida como Súcia ou Suça, é o tema da história de autoria da estudante Lucrécia de Moura Dias, moradora de Arraias, no Tocantins, uma das selecionadas pela sexta edição do projeto.

Por meio da transformação da história em filme de curta-metragem, a autora quer contribuir para o resgate, a preservação e o fortalecimento desta manifestação cultural vivenciada nas rodas de canto e dança por mulheres e homens de diferentes idades na Comunidade Quilombola Lagoa da Pedra.

Quinze histórias do interior brasileiro, vindas de pequenos lugares espalhados por todas as regiões do país, compõem a sexta edição do Revelando os Brasis. Contadas por moradores de cidades com até 20 mil habitantes, as histórias (verdadeiras e inventadas) foram selecionadas no último Concurso Nacional de Histórias do projeto.

O Revelando os Brasis promove a democratização do acesso aos meios de produção audiovisual, oferecendo aos moradores das pequenas cidades a possibilidade de contar suas próprias histórias em filmes. Realizado pelo Instituto Marlin Azul, com  o patrocínio da Petrobras, o projeto é um instrumento de registro da memória e da diversidade cultural do país e revela novos olhares sobre o Brasil.

Os autores participarão de oficinas de realização audiovisual, no Rio de Janeiro, entre 14 e 27 de agosto, onde estudarão todas as etapas de produção e depois voltarão para os municípios de origem para transformar as histórias em filmes. A lista dos selecionados está disponível abaixo e no site www.revelandoosbrasis.com.br

OFICINAS

Os autores das histórias selecionadas participarão das Oficinas Realização Audiovisual no Rio de Janeiro, entre os dias 14 e 27 de agosto. O curso é composto por aulas de introdução à linguagem audiovisual, roteiro, direção, produção, direção de arte, fotografia, som, edição/ finalização, pesquisa, mobilização comunitária e direitos autorais. Neste período os autores transformam suas histórias em roteiro, elaboram um plano de produção e se preparam para dirigir o filme.

OS FILMES

Após as oficinas, os selecionados retornam as suas cidades para transformar as histórias em filmes com até 15 minutos, com a participação da comunidade. Na pré-produção, os diretores mobilizam os moradores interessados em integrar a equipe local. Nas filmagens, os autores e a equipe contam com o apoio de profissionais contratados pelo projeto.

Nas cinco primeiras edições do projeto, entre 2004 e 2016, foram produzidas 180 obras, entre ficções, documentários e uma animação. Os filmes realizados são lançados nas comunidades e nas capitais dos estados selecionados através do Circuito Nacional de Exibição Revelando os Brasis, que monta um cinema ao ar livreem ruas e praças dos municípios. Ainda na fase de difusão do projeto, os filmes são lançados em DVD com distribuição gratuita entre realizadores, secretarias, organizações sociais e culturais, cinematecas, universidades e cineclubes de todo o Brasil.As produções também são exibidas no programa de TV Revelando os Brasis, realizado em parceria com o Canal Futura.

Os selecionados

1 – Nome: Andrea Guanais Bezerra. História: Chica. Cidade/Estado: Lençóis/Bahia 

2 – Nome: Carlos Henrique da Costa. História: A Aventura da Primeira Bicicleta. Cidade/Estado: Águas de Lindóia/São Paulo

3 – Nome: Cesar Luis Theis. História: História das Rodas de Chimarrão. Cidade/Estado: Guarujá do Sul/Santa Catarina

4 – Nome: Eliabe Crispim da Silva. História: O Pescador de Memórias. Cidade/Estado: Icapuí/Ceará

5 – Nome: Geilane de Oliveira Souza. História: Uma Escola Diferente. Cidade/Estado: São José do Jacuípe/Bahia

6 – Nome: Joelson de Oliveira Silva. História: Nega da Costa – Uma Cultura Popular na Terra de Graciliano Ramos. Cidade/Estado: Quebrangulo/Alagoas

7 – Nome: Jurandir Antônio Nunes Amaral. História: Vivenciando a Cultura do Quilombo Mata Cavalo. Cidade/Estado: Nossa Senhora do Livramento/Mato Grosso

8 – Nome: Lucrécia de Moura Dias. História: A Sússia. Cidade/Estado: Arraias/Tocantins

9 – Nome: Marcelo Rodrigues dos Santos. História: Carambola – O Destino de um Povo. Cidade/Estado: Urucuia/Minas Gerais

10 – Nome: Maria Odete Meotti de Bairros. História: Filó Italiano. Cidade/Estado: Antônio Prado/Rio Grande do Sul

11 – Nome: Maria Patrícia de Aquino Lima. História: Rasga Mortalha. Cidade/Estado: São Domingos do Cariri/Paraíba

12 – Nome: Paulo Alexandre Coelho. História: Jacaré, o Boi Cavalo. Cidade/Estado: Barroso/Minas Gerais

13 – Nome: Rafael Wolfgramm Teixeira de Siqueira. História: Franz Seibel: o Surgimento da Fotografia Pomerana. Cidade/Estado: Laranja da Terra/Espírito Santo

14 – Nome: Robson Messias Lucas Santos. História: A Guerreira Gavião. Cidade/Estado: Bom Jesus do Tocantins/Pará 

15 – Nome: Sheila Márcia Altoé. História: A Viagem do Seu Arlindo. Cidade/Estado: Vargem Alta/Espírito Santo

A Comissão de Seleção

A Comissão de Seleção do Revelando os Brasis foi formada por profissionais das áreas de cinema, televisão, jornalismo e ciências sociais.

Comentários pelo Facebook: