Seet
Sobral – 300×100

Homem preso no Piauí confessa participação na morte de policial em Araguaína

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Suspeito de matar sargento em Araguaína é preso no Piauí

Da Redação //AF Notícias

Um homem preso na cidade de Canto do Buriti (PI), a 405 km de Teresina, por porte ilegal de arma de fogo confessou participação na morte do sargento Jandres Alves Bezerra, de 43 anos, ocorrida no último dia 12 de maio durante assalto a um correspondente bancário no centro de Araguaína (TO). Ele foi identificado como Elismar Cavalcante dos Santos, de 44 anos, conhecido como Waldimar.

O suspeito é natural da cidade piauiense onde foi preso, mas morava no Setor Araguaína Sul e fugiu após praticar o crime. Ele já tem passagem pelo crime de roubo, condenado a 12 anos e oito meses de prisão, cumpriu pena no Presídio Barra da Grota e depois foi transferido para a Cadeia de Arraias, no sul do Estado, após a rebelião de 2009.

O comparsa de Elismar, Paulo Josias de Moura, de 32 anos, morreu logo após o crime durante troca de tiros com militares da Força Tática, no Bairro JK, onde estava escondido dentro de uma residência.

Elismar afirmou que foi convidado pelo ‘Paulinho’ para participar do assalto e efetuou quatro tiros contra o sargento da Polícia Militar. Além disso, ele admitiu que a arma apreendida é a mesma usada no assalto em Araguaína.

“Paulo me chamou para fazer o assalto”, disse. O homem relata ainda que recusou inicialmente o convite porque estava trabalhando, mas diante da insistência do comparsa, resolveu participar. Elismar relata também que Paulinho anunciou o assalto e nem que sabia que era policial. “Só começou a atirar”, afirma, acrescentando que foi o comparsa quem matou o sargento. Elismar diz também que efetuou quatro tiros, pois sua arma só tinha quatro balas. Já o comparsa teria atirado duas vezes.

Elismar está preso em Canto do Buriti (PI) e dependerá de ordem judicial para ser recambiado para Araguaína.

Assista

Veja mais…

Tiroteio durante assalto a correspondente bancário deixa policial morto e pessoas feridas em Araguaína

Suspeito de envolvimento na morte de sargento da PM morre em troca de tiros com Força Tática

Sargento morto por bandidos estava na PM desde 1994; militar deixa esposa, quatro filhos e três netos

Comentários pelo Facebook: