Homem que atirou em empresário estava proibido pela Justiça de frequentar bares

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Autor do disparo contra o empresário

O homem que baleou o empresário André Pedreira dos Santos após uma discussão na madrugada desta quarta-feira (18) estava em liberdade provisória e proibido de frequentar bares. A tentativa de homicídio ocorreu no bar da vítima, no Setor Jorge Yunes, em Araguaína.

O autor dos disparos, James Cláudio Pereira, é também empresário no ramo de despachante e tinha sido preso há cerca de 30 dias por dirigir embriagado no Posto Filadélfia.

Naquela ocasião, a justiça concedeu liberdade provisória a James, mas aplicou medidas restritivas de direitos, tais como proibição de frequentar bares, casas noturnas e ingerir bebidas alcoólicas.

Quando foi preso embriagado, James Cláudio estava no mesmo veículo de luxo que saiu do bar após atirar em André Pedreira, uma BMW.

O veículo está apreendido em frente à Delegacia de Plantão e James foi recolhido à Casa de Prisão Provisória (CPPA).

Foto: Divulgação
Veículo usado pelo autor dos disparos

O caso

Segundo a Polícia Militar, James chegou no estabelecimento alterado por volta das 2h da madrugada e começou a agredir os clientes, quando o proprietário do bar, André Pedreira, abordou o suspeito a fim de conter a ação.

Na sequência, houve uma discussão entre os dois e também luta corporal. James se retirou do bar e voltou momentos depois armado com um revólver cal. 38 e efetuou três disparos contra o empresário, sendo que um dos tiros atingiu o braço direito de André.

James fugiu em seguida, mas foi encontrado pela polícia ainda nas proximidades do bar juntamente com a arma de fogo utilizada na tentativa de homicídio.

Veja também

Empresário de Araguaína é baleado após discutir com cliente em bar na madrugada

Comentários pelo Facebook: