Seet
Sobral – 300×100

Homem sobe em máquina para impedir que muro seja demolido em Araguaína

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Os fiscais tentaram derrubar o muro do lote

Fiscais da prefeitura de Araguaína (TO) tentaram cumprir uma ordem para derrubar o muro de um lote localizado entre as pistas da Avenida Filadélfia, no Residencial Camargo, em Araguaína, mas houve resistência por parte dos proprietários e uma longa discussão que chamou a atenção de dezenas de curiosos. A ação ocorreu no final da tarde desta segunda (10/10).

Os fiscais do Departamento de Posturas chagaram no local com máquinas e reforço da Polícia Militar. A Prefeitura afirma que a área é pública. Já os supostos proprietários argumentam que o lote está registrado em nome de Tatiane Dias Lima.

Segundo o pai da proprietária, o lote é regular, está com o pagamento do IPTU em dia e teria sido transferido recentemente em cartório. Ele relatou que um fiscal da prefeitura esteve no local, avaliou o imóvel e cobrou o devido imposto para fazer a transmissão. “São 31 anos de propriedade, pagando IPTU todo ano e agora ele [prefeito] manda derrubar o muro sem uma ordem judicial. Não notificaram em nada. Isso é um abuso de autoridade do prefeito. Se ele quer o lote, ele procura o proprietário para negociar. Na hora de cobrar os impostos, nós estamos prontos para pagar, mas na hora de nós exercermos nosso direito de propriedade ele quer impedir?”, questionou.

O pai da proprietário disse ainda que, por várias vezes, as máquinas chegaram a noite para derrubar o muro. “Eles estão mandando as máquinas meia noite para derrubar o muro. Já mandaram três vezes. Não entraram porque não deixamos. No domingo (09/10) mandaram às 07 horas da manhã”, afirmou.

Comentários pelo Facebook: