Sobral – 300×100
Seet

Hospital Dom Orione deixará de atender pelo SUS a partir de agosto; situação preocupa município

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Hospital e Maternidade Dom Orione em Araguaína

O Hospital e Maternidade Dom Orione de Araguaína deve encerrar o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir do mês de agosto. A filantropia agora será desenvolvida pela instituição de caridade na África. A informação foi adiantada pelo Secretário Municipal de Saúde Jean Luís Coutinho, durante audiência na Câmara Municipal na tarde de terça-feira (21).

Segundo informações apuradas, o encerramento do convênio pelo SUS está relacionado a uma dívida milionária entre o Estado e o Hospital. Em novembro do ano passado, a diretoria da entidade filantrópica avaliava suspender o atendimento devido a uma dívida na casa dos R$ 14 milhões. Na época, a Sesau informou que havia pago R$ 1,8 milhão e pagaria mais R$ 1,4 milhão no mês de novembro.

O secretário Jean disse ter participado de uma reunião com diretores da entidade filantrópica, quando foi informado que o convênio com o Estado para atender pelo SUS vai encerrar em agosto e Cúria Romana já decidiu não renová-lo.

“É fato. Já está decidido que não vai mais atender [pelo SUS]. Já procuramos todos os meios e tivemos várias reuniões. Agora é uma decisão de Roma. Eles [Orionitas] preferem tirar o dinheiro aplicado aqui e levar para a África. Porque acha que aqui não estão necessitando mais”, afirmou Jean.

O secretário enfatizou que embora seja um convênio de responsabilidade do Estado, haverá reflexos no município e demonstrou preocupação. Relatou que muitas crianças nascem por mês na Maternidade Dom Orione. Além do funcionamento da UTI Neonatal e tratamento cardiológico.

“Isso me preocupa muito, porque 30% dos partos do estado do Tocantins são feitos dentro da Maternidade Dom Orinone. Não é uma relação Município-Dom Orine. É relação entre Dom Orione e Estado. Mas isso preocupa a gente” afirmou Jean, acrescentando que será um problema para toda a região.

Respostas

A direção do Hospital confirmou o encerramento do contrato com o SUS em agosto e a dívida do Estado, mas preferiu não citar valores.  Ponderou que não se trata de uma “notícia bomba”, mas de uma hipótese para o encerramento dos atendimentos.  E que a entidade trabalha com a possibilidade de que o Governo do Estado possa reverter a situação.

Já a Sesau informou que o pagamento da dívida está sendo feito conforme a disponibilidade financeira do Estado. Segundo a pasta, desde o ano de 2015 o Governo do Estado repassou ao hospital o total de R$ 56.737.252,18. Neste ano, o Dom Orione recebeu do  governo R$ 5.324.779,31.

As informações são do site Araguaína Notícias.

Comentários pelo Facebook: