Sobral – 300×100
Seet

Inquérito do MPE investiga construção de barragem em córrego de Wanderlândia

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A construção é na zona rural de Wanderlândia

Márcia Costa//AF Notícias

O Ministério Público Estadual instaurou um inquérito cível público para investigar os possíveis impactos ambientais causados pela construção de uma barragem sobre o Córrego Água Branca, na zona rural do município de Wanderlândia (TO), a 50 km de Araguaína.

A portaria, de 09 de maio de 2017, é assinada pelo promotor de Justiça Sidney Fiori Junior e visa apurar a denúncia de que a barragem é um “empreendimento poluidor”.

A proprietária do empreendimento deve prestar esclarecimentos sobre a denúncia e, através de documentos, comprovar que possui autorização dos órgãos ambientais para a construção da barragem. Isso no prazo de 15 dias, contando a partir do dia da notificação.

O promotor de Justiça Sidney Fiore Junior ainda oficiou o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) para que faça a vistoria e perícia ambiental.

Comentários pelo Facebook: