Insatisfação no grupo de Amastha em Araguaína: ‘não seremos vendidos no pacote’

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Reunião de Amastha com apoiadores em Araguaína

Amastha foi o primeiro pré-candidato ao Governo do Tocantins a fechar a chapa majoritária. Nela estarão os senadores Vicentinho Alves (PR) e Ataídes Oliveira (PSDB), como candidatos à reeleição, e o empresário de Gurupi, Oswaldo Stival Júnior, na vaga de vice-governador.

Com tanta rapidez, Amastha ignorou totalmente o PT, grande parceiro na eleição suplementar, bem como a representatividade do segundo maior colégio eleitoral [Araguaína] e todos os seus apoiadores. Segundo os bastidores, nenhum dos líderes da região norte teria sido consultado antes da composição da majoritária.

“Não tem ninguém de Araguaína na chapa majoritária. Fechou tudo sem diálogo com os apoiadores e só veio para conversar depois de tudo definido”, lamentou um líder.

Amastha foi o campeão de votos em Araguaína na eleição suplementar na composição com o advogado Célio Moura (PT). Por isso, os líderes argumentam que ele deveria demonstrar sua ‘gratidão’ colocando novamente um representante da cidade na majoritária, como vice ou senador.

Os líderes também estão insatisfeitos com as alianças que enfraquecem o discurso e a roupagem de ‘nova política’. “Está trazendo todo mundo para dentro da panela. Juntar todos no mesmo palanque: Vicentinho e ‘Vicentito’, Marcelo Miranda e Dulcita, e Kátia só não está porque não se junta com Marcelo”, criticou.

Para finalizar, os líderes deixam um claro recado para Amastha: “Não seremos vendidos no pacote. Estamos recebendo propostas de outros candidatos nas proporcionais”, finalizaram.

Veja mais…

Agora juntos, Amastha elogia Vicentinho e Ataídes: ‘são excelentes parlamentares’

Comentários pelo Facebook: