Seet
Sobral – 300×100

Irmãs brasileiras morrem estranguladas no Japão; marido de uma delas é principal suspeito

Redação AF - |
Foto: Divulgação/Facebook
Akemi Maruyam e Michelle foram mortas no Japão.

As irmãs brasileiras Michelle Maruyama, de 29 anos, e Akemi Maruyama, de 27,foram mortas por asfixia por estrangulamento, segundo a perícia japonesa. O crime aconteceu na última quarta-feira (30), na casa onde moram em Handa, no Japão. A residência delas foi incendiada.

De acordo com a mãe das vítimas, Maria Aparecida Amarilha Scardin, o ex-marido de Akemi, o peruano Tony la Rosa, é o principal suspeito e foi preso no sábado (2) dirigindo o carro da ex-mulher em Nagoya.

Ainda segundo Maria Aparecida, o ex-genro e a filha estavam separados há três meses após um casamento de seis anos e duas filhas. Akemi teria pedido a separação e o então marido não aceitava o fim do relacionamento e teria começado a ameaçar Akemi.

Após a separação, Michelle e Akemi começaram a morar juntas com as filhas de Akemi. Frequentemente, Tony visitava as filhas e também fazia ameaças.

Fogo

No apartamento das irmãs foi encontrado um galão de gasolina, o que indica que foi jogado nos corpos das vítimas, porém, a morte não aconteceu na quarta-feira (30) e sim no dia anterior.

Assistência

Maria Aparecida pede ajuda financeira para buscar as netas de 3 e 5 anos no Japão. O valor das passagens de ida e volta para ela já está acertado. Agora, falta para as netas e mais recursos para se manter no Japão enquanto aguarda os trâmites da viagem de volta.

As doações podem ser feitas pelo Banco do Brasil, na conta corrente 13.176-8, agência 2951-3.

Comentários pelo Facebook: