Sobral – 300×100
Seet

Árvores da Praça das Nações poderão ser transplantadas; 1ª etapa será concluída em 60 dias

Redação AF -
Foto: Marcos Filho
Visão geral da construção da Praça das Nações

As estruturas das 24 jardineiras da praça já estão praticamente prontas na obra de reconstrução da Praça das Nações, na região central de Araguaína (TO). Feitas para abrigar e proteger, as jardineiras permitirão o transplante de árvores e mudas e será uma inovação na história da cidade. Além das jardineiras, a fonte da praça já está erguida. Os postes e encanações subterrâneas foram instalados nesta etapa.

A previsão de conclusão dos trabalhos finais da primeira etapa da praça é de 60 dias. Em uma reunião com engenheiros e demais entidades, o prefeito Ronaldo Dimas discutiu na manhã da última quarta-feira (24), alguns detalhes da primeira etapa da praça e detalhes técnicos da obra.

2

“Estamos caminhando bem, a praça está dentro do ritmo e não retiraremos nenhuma árvore, apenas as que estão doentes que já foram removidas, estamos definindo alguns detalhes e locais que precisam de retoques também”, disse Dimas.

Jardineiras 

Um dos engenheiros civis da obra, Eduardo Martins, explica que são três tipos de jardineiras: a grande, a média e a pequena. Elas vão abrigar as árvores já existentes e também aguardar o replantio das outras. “A Prefeitura vai disponibilizar essas árvores para um transplante pela primeira vez na cidade de Araguaína. Além disso, a fonte já está no ponto do investimento, mais o meio fio e encanações, que a partir da semana que vem já estarão prontos”, explicou Martins.

A nova estrutura da Praça das Nações, além da fonte, contará com quatro quiosques fixos, palco com rampa de acessibilidade, playground com vários brinquedos, piso e calçadas com bloco intertravado, mesa e bancos fixos de concreto, lixeiras para coleta seletiva, espaços para feiras livres, além de todo paisagismo e arborização adequados para o clima local.

Transplante de árvores 

Serão implantadas aproximadamente dez árvores na praça, em parceria com o Viveiro Flores.  A ação recebe o apoio técnico do viveiro, além da doação das mudas, junto à Secretaria Municipal do Planejamento, Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico.

Os tipos de árvores doadas variam entre as espécies de tamboril, pequizeiros, ipê, cajuí, cajá e até seringueira. As árvores são de médio porte e nativas da região do cerrado.

Cuidados com a praça 

Além dos cuidados com a construção e arborização, um dos objetivos da Prefeitura é manter a estrutura da praça para evitar vandalismo. Uma parceria com aproximadamente cinco comerciantes de Araguaína busca aumentar os cuidados com a nova praça.

No início de 2015, a Prefeitura interviu ainda sobre a demanda de mais de 60 corretores de automóveis que vendiam seus veículos informalmente, ocupando vagas de estacionamento na praça. A Prefeitura entregou no mês de novembro a Praça do Automóvel, com 140 vagas: 70 para carros e 70 para motos.

Comentários pelo Facebook: