Seet
Sobral – 300×100

Jornalista é insultada e xingada por torcedores após jogo no Estádio Mirandão

Agnaldo Araujo - | - 759 views
Foto: Divulgação
Repórter Lívia Campos

Ramila Macedo

A repórter Lívia Campos, da TV Anhanguera, saiu abalada do Estádio Mirandão após ser hostilizada por dois torcedores na cobertura de uma partida de futebol pelo campeonato Tocantinense Sub-19, que ocorreu no último sábado (02).

O Sindicato dos Jornalistas do Estado do Tocantins (Sindjor) e diversos profissionais da imprensa araguainense repudiaram a ação de desrespeito contra a profissional.

A repórter contou que ao final da partida, que terminou empatada em 2×2, desceu ao gramado para entrevistar os jogadores, foi quando começou a ser insultada e receber xingamentos de dois torcedores. Segundo ela, um torcedor proferiu palavras que ‘nenhuma mulher merece ouvir, principalmente no exercício de sua profissão’.

“Só tinha eu de mulher. Fiquei anestesiada. Eu, enquanto profissional, nunca tinha passado por uma situação dessa, nem em jogo amador da minha cidade. Já fiz cobertura de todo tipo de futebol possível, Campeonato Brasileiro série A, B, C, Campeonato Paulista. Nunca passei por isso. Isso não é normal”, disse Lívia Campos.

A repórter relatou que estava com o microfone na mão e ficou tão abalada que não conseguiu se concentrar. O cinegrafista também ficou chocado e acabou não fazendo imagens do torcedor. “A coisa foi tão hostil. Eu quis passar por cima, quis continuar trabalhando, mas não dei conta. Eu não conseguia me concentrar”, desabafou.

O fato teve bastante repercussão entre os colegas de profissão da repórter em Araguaína. Em nota, vários profissionais repudiaram os insultos machistas e manifestaram apoio à jornalista.

“Ressaltamos que este não foi um caso isolado. Nós, profissionais, não nos envolvemos com resultados de campo. Não erramos gol, não batemos pênalti. Não temos que pagar por qualquer ódio de torcedor numa partida de futebol. Estamos no estádio para mostrar e respeitar um sentimento de milhares de brasileiros: a paixão pelo futebol. Exigimos respeito”, diz trecho da nota.

O Sindjor repudiou a atitude dos torcedores. “É inadmissível que se utilize o xingamento e a desqualificação como forma de discordância, pior ainda quando isso se transforma em ofensas de cunho machista e sexista, demonstrando agressividade, falta de respeito e ética contra uma profissional mulher jornalista”, afirma a nota do sindicato.

A entidade reforçou ainda que nenhuma jornalista deve sofrer constrangimento, assédio e nem ser ofendida no seu exercício profissional. “Repudiamos veementemente que atos dessa natureza aconteçam nos estádios de futebol do Tocantins e em qualquer outro espaço que ocupem ou trabalhem”, afirmou.

O sindicato ressaltou ainda que os jornalistas têm como premissa ‘a responsabilidade social, a checagem dos fatos, o respeito às diferenças’. “Não podemos aceitar ou tolerar que sejamos desrespeitadas no nosso ofício diário de informar”, finalizou.

Lívia Campos agradeceu a todos os colegas de imprensa pela solidariedade e também pela manifestação do Sindjor. Disse ainda que o torcedor já foi identificado, mas preferiu não registrar ocorrência por não ter feito imagens no momento dos insultos.

APOIO À REPÓRTER

Lucas Ferreira- TV Anhanguera;

Elder Silva – TV Alvorada;

Lucas Lima – TVA (Canal 9);

Kelviane Oliveira –  TV Record (Balanço Geral);

Lívia Campos – TV Anhanguera;

Leyde Vieira – Rede TV- Canal 20;

Renato Gomes – Rede TV – canal 20;

Programa Repórter Araguaína;

Arnaldo Filho – Portal AF Notícias;

Agnaldo Araujo – Portal AF Notícias;

Gláucia Mendes – Assessora de imprensa da prefeitura de Araguaína;

Mayara Abreu- Radio CBN- Araguaína;

Jairo Santos TV Anhanguera;

Maykon Paiva – TV Anhanguera;

Lileco Silva – Tocantins FM;

Fernando Almeida – Araguaína Notícias;

Ramila Macedo – Araguaína Notícias;

Nico Lima – programa Show de Bola;

Magna Cavalcante – Programa Rota;

Delma Patrícia – Programa Rota;

Márcia Costa – Repórter da Band Araguaína e AF Notícias;

Gilvan de Sousa – Tem de Tudo Tocantins;

Karla Gracielle – Repórter da Band Araguaína;

Diego Sobrinho – Repórter TVA  (Canal 9);

Gracielle Gomes – gerente de Telejornalismo da Redesat;

Fernando Souza – repórter cinematográfico PGM Agora;

Walison Silva – repórter PGM Agora.

Comentários pelo Facebook: