Sobral – 300×100
Seet

Jovem embaixador de Araguaína faz treinamento em Brasília e seguirá viagem para os Estados Unidos

Redação AF - |
Foto: Luiz Melchiades
Jovem embaixador representando o Tocantins é um araguainense

O araguainense Rodrigo Carvalho Dias, do Centro de Ensino Médio Paulo Freire, já está em Brasília, onde participa de treinamento do Programa Jovem Embaixador. O jovem integra o grupo de 50 alunos selecionados e, na próxima sexta-feira (08), seguirá para Washington, nos Estados Unidos. Em todo o Brasil, o comitê da Missão Diplomática dos EUA recebeu o total de 13.000 inscrições para o programa, no ano de 2015.

Os jovens ficarão por um mês nos EUA. Na primeira semana, eles visitarão a capital do País, os seus principais monumentos, e devem participar, também, de reuniões em organizações dos setores público e privado, além de visitas a escolas e a projetos sociais.  Após essa primeira etapa, os alunos serão divididos em subgrupos e cada um viajará para um Estado diferente. Lá, eles serão hospedados por uma família americana e assistirão às aulas, integrando-se com outros jovens e participando de diversas atividades.

Os demais colocados serão convidados para participar, em julho de 2016, do English Immersion U.S.A., um programa realizado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, em resposta ao crescente número de candidatos ao programa Jovem Embaixador.

Maria Perpétua Sales Dias, avó do Rodrigo, acompanhou o jovem durante o embarque para Brasília. Segundo ela, o sentimento de toda a família é de muito orgulho. “O Rodrigo está muito entusiasmado. Ele é um garoto de poucas palavras, mas de muita visão de futuro. Tem algo especial e sempre foi muito estudioso. Estamos muito orgulhosos por termos um jovem embaixador na família. Queremos que ele aproveite muito esta oportunidade”, disse.

Nos Estados Unidos, Rodrigo disse que pretende conhecer mais sobre os outros selecionados, trocar experiências e aproveitar para estudar muito. O mérito da vitória, ele também atribuiu para as professoras de inglês Nama Mendes e Rosana Morales. “Vou aproveitar o máximo possível nessa viagem. É a primeira vez que participo do programa [Jovem Embaixador] e essa minha vitória é também resultado da dedicação das minhas professoras de inglês Nama e Rosana”, afirmou.

Para a coordenadora do programa na Seduc, Vaneide Labres, a expectativa para este ano é abranger um número maior de alunos para se inscreverem no programa. “Faremos um trabalho intenso com as diretorias regionais, para que mobilizem professores e alunos”, frisou.

Jovem Embaixador

O programa, idealizado pela Embaixada Americana, é destinado aos alunos da rede pública, com excelente desempenho escolar e domínio da língua inglesa, que pertençam à camada socioeconômica menos favorecida e que tenham perfil de liderança. Outro pré-requisito é a participação em serviço voluntário.

Comentários pelo Facebook: