Juiz dá 30 dias para prefeita de Xambioá regularizar transporte escolar sucateado

Agnaldo Araujo - | - 699 views

Márcia Costa // AF Notícias

A Prefeita de Xambioá, Patrícia Evelin (MDB), tem 30 dias para regularizar a situação precária dos veículos que fazem o transporte escolar, sob pena de multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento, limitada a R$ 50 mil.

Conforme a decisão, o município deverá também submeter todos os veículos à nova inspeção junto ao Detran-TO, no mês de julho, e apresentar os termos de aprovação da frota.

A decisão liminar foi proferida pelo juiz José Eustáquio de Melo, da Comarca de Xambioá, na última sexta-feira (8).

O magistrado ainda determinou, no prazo de seis meses, a conclusão das obras das pontes que dão acesso à região conhecida como São Miguel, que estão paralisadas, bem como a recuperação das estradas vicinais da zona rural.

Moradores e vereadores já denunciaram várias vezes o problema das estradas vicinais de Xambioá e também a precariedade dos veículos do transporte escolar. Segundo a reclamação, os ônibus sucateados e em situação irregular estão colocando em risco a vida dos alunos.

Na denúncia, os moradores disseram que mais da metade da frota está sem funcionar e, por isso, não há ônibus suficiente para atender os Assentamentos Grota do Laje, Recanto, Caçador, Limeira e Barra  do Lontra.

Apesar da reclamação, a prefeitura acusou os moradores de forjar a denúncia e deturpar depoimentos enviados à imprensa.

Foto: Divulgação
Transporte escolar sucateado em Xambioá (TO)

Veja mais…

Em vídeo, vereador desmente prefeitura sobre ônibus sucateados em Xambioá

‘Denúncia forjada’, diz Prefeitura de Xambioá sobre transporte escolar sucateado

Transporte escolar sucateado em Xambioá: ‘coloco meu filho no ônibus e rezo’, diz pai

Comentários pelo Facebook: