Seet
Sobral – 300×100

Juízes fazem curso de tiro e defesa pessoal devido a onda de violência no TO

Redação AF - |
Foto: Divulgação/TJTO
Preocupados com a segurança pessoal, mais de 20 juízes fazem curso de tiro e defesa pessoal

Mais de 20 juízes da Capital e do interior do Tocantins participam de um curso de tiro e defesa pessoal. O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ronaldo Eurípedes, acompanhou na tarde de terça-feira (8/11) uma aula prática no stand de tiro de Palmas. Participam da ação 21 juízes da capital e interior e o desembargador Helvécio de Brito Maia Neto.

Para o presidente do TJTO a realização do curso demonstra a preocupação do Poder Judiciário tocantinense com a segurança de seus magistrados e com o constante aperfeiçoamento de cada um deles em todas as áreas do conhecimento. “O magistrado, pelo próprio exercício da profissão”, disse o presidente, “pode ser alvo de algum tipo de violência, e precisa estar preparado para agir em sua própria defesa, assim como age em defesa da sociedade”.

O coronel Messias Lopes da Conceição Júnior, Assessor Militar do Poder Judiciário, esclareceu que o objetivo do treinamento é alertar os magistrados para os riscos que correm no exercício de sua atividade profissional e de como podem se precaver de eventuais atentados.

O desembargar Helvécio considera o curso uma iniciativa importante do Tribunal de Justiça e da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat), “uma vez que o Brasil todo vive em situação de risco permanente com o crescimento da violência, e o Tocantins não está fora desse risco. Por isso é importante que o magistrado tenha conhecimentos sobre segurança pessoal, técnicas e manuseio de armamento de defesa. É uma iniciativa muito louvável”.

Já o juiz Luciano Rostirolla, da comarca de Formos do Araguaia, também considerou o curso importante para os magistrados, “pois exercemos uma profissão de risco e a violência a cada dia que passa aumenta mais. Então é importante que tenhamos conhecimento de algumas regras básicas de segurança e de autodefesa”. (Luiz Pires)

Foto: Divulgação/TJTO
Juízes e desembargador fazem curso de tiro e defesa pessoal.

Comentários pelo Facebook: