Seet
Sobral – 300×100

Justiça do Tocantins manda hospital de São Paulo atender criança de Araguaína que sofre com aneurisma

Redação AF - |
Foto: Divulgação
A criança passou por cirurgia em São Paulo, mas o retorno ainda não foi realizado

A Justiça do Tocantins determinou que o Hospital Beneficência Portuguesa do Estado de São Paulo receba o pequeno Júlio César da Silva Santos, de apenas 4 anos, para fazer o retorno de uma cirurgia que fez na cabeça devido a um aneurisma gigante de carótida cervical interna.

Júlio e sua mãe, Elizabeth Neves da Silva, são de Araguaína, mas estão vivendo atualmente no Hospital Infantil de Palmas. O drama deles foi mostrado pelo AF Notícias em reportagem na semana passada.

A decisão é do juiz Rodrigo Peres Araújo, da Vara da Infância e Juventude de Palmas, publicada na última sexta-feira (28/10). A decisão prevê ainda multa de R$ 5 mil por dia, até o limite de R$ 150 mil, em caso de descumprimento. Já o Estado do Tocantins deverá providenciar o deslocamento da criança e de sua mãe.

Júlio César conseguiu, após decisão da justiça, fazer um procedimento cirúrgico em fevereiro desse ano no Hospital Beneficência Portuguesa e deveria ter voltado no dia 16 de julho para o retorno. Contudo, o hospital está exigindo o pagamento adicional de R$ 116 mil pelo procedimento.

Já a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) informou que o Estado do Tocantins já efetuou o pagamento de R$ 142.821,97 pelo procedimento cirúrgico da criança, sendo R$ 16.856,21 referente ao pagamento complementar da cirurgia e R$ 5.540,00 referente ao retorno. Mesmo assim o hospital estaria se recusando a receber a criança.

Diante disso, o Ministério Público Estadual ((MPE) interviu mais uma vez no caso e pediu providências urgentes à Justiça. Para o juiz, diante da indiscutível prevalência do direito à vida e a urgência do caso, não se afigura conveniente e razoável aguardar a solução da divergência de preços enquanto a criança, em estado gravíssimo, aguarda o procedimento médico correndo risco de óbito.

No último dia 14 de outubro, Júlio começou a sentir dores devido seu organismo estar rejeitando um espante foi implantado em sua cabeça. O fio guia da cirurgia também está descendo para sua garganta. A mãe, desesperada, teme pela vida do filho.

Confira a reportagem… 

Criança de Araguaína com aneurisma luta pela vida e mãe faz apelo devido ao descaso das autoridades

Comentários pelo Facebook: