Sobral – 300×100
Seet

Kátia Abreu defende Dilma e chama Eduardo Cunha de “escroque internacional”; assista

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Kátia chamou Eduardo Cunha de "escroque internacional"

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) fez um discurso forte em defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff, na reunião da última terça-feira (05/07) da comissão do impeachment do Senado, no qual acusou os defensores do impeachment de “hipocrisia” e afirmou que a meta fiscal aprovada pelo presidente interino, Michel Temer (PMDB), serviu para “garantir a aprovação do impeachment”.

Em seu discurso, a senadora chamou Eduardo Cunha de “escroque internacional” e mencionou que ele atrapalhou Dilma a aprovar medidas que, segundo ela, concertaria o país.

Kátia lembrou que vários que estavam no auditório também eram investigados. “Se nós fôssemos agora colocar nesse auditório todos que estão sendo investigados pela lambança de todos os partidos. Mas [está] todo mundo aqui caladinho, acusando a presidente Dilma e escondendo para debaixo do tapete a corrupção e as acusações que estão dentro de seus próprios partidos”, disse a senadora. “Daqueles que comiam, almoçavam e jantavam no Palácio do Planalto e no Palácio da Alvorada. Isso é uma hipocrisia, isso é um cinismo que eu não vou compartilhar”, afirmou.

Kátia Abreu é amiga pessoal de Dilma, de quem foi ministra da Agricultura, e assumiu recentemente uma vaga na comissão do impeachment, onde tem atuado na defesa da presidente afastada, junto com senadores do PT e do PCdoB.

Definição de escroque = pessoa que se apodera de bens de outra pessoa por meios fraudulentos. (Com informações – UOL Notícias).

Veja o vídeo

Comentários pelo Facebook: